A expertise de professores paranaenses e os saberes que geram a produção de materiais didáticos para o ensino de matemática

  • Mariliza Simonete Portela Universidade Estadual do Paraná - Campus Paranaguá

Resumo

 O trabalho de pesquisa aqui apresentado versa sobre um tema que tem se discutido em grupos de pesquisas em História da Educação e da Educação Matemática tanto em nível nacional quanto internacional “a expertise dos professores e as ações que dela decorrem na construção dos saberes matemáticos”. No intuito de contribuir com as discussões lançou-se mão de literatura produzida no âmbito dessas discussões para o sustento teórico da pesquisa, a exemplo de livros e artigos recentes de Valente, Hofstetter e Schneuwly, entre outros. No estado do Paraná, embora nuances da expertise se tenha dado em vários momentos, definiu-se discutir neste trabalho, o recorte temporal
que advém do Movimento da Matemática Moderna iniciado em 1960 que segue trajetória na década seguinte. Para esse fim foi analisado material didático produzido para o ensino primário e desta feita, dentre os professores que se destacaram nessa direção estão alguns participantes do Núcleo de Estudos e Difusão da Matemática (NEDEM). Estes, deixaram um legado que extrapolou o espaço da
sala de aula. Além de atuarem como professores dos anos iniciais tiveram uma influência direta na produção de documentos oficiais direcionadores do ensino primário na década de 1970 e produziram
livros que serviam de base ao ensino da matemática denominada “moderna” no nível de escolarização dos anos iniciais. A conclusão que se chega, nesta etapa de estudo, é que os professores aqui investigados apresentaram uma expertise no que se refere aos saberes demarcando seu campo de trabalho com ações inovadoras.

Biografia do Autor

Mariliza Simonete Portela, Universidade Estadual do Paraná - Campus Paranaguá

Doutora e Mestra em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná na Linha de Pesquisa Históoria e Políiticas da Educação. Graduada em Matemática Licenciatura e Bacharelado pela Universidade Tuiuti do Paraná (2002) e Especialista em Tecnologias Aplicadas a Educação (2003), Formação de Docentes e Orientadores Acadêmicos em EAD (2011). Pesquisadora vinculada ao Grupo de Pesquisa de História da Educação Matemática no Brasil - GHEMAT, vice lider do GHEMAT-PR. Atualmente professora adjunto do Ensino Público Superior atuando com Metodologia do Ensino das Ciências e Matemática. Fundamentos da Matemática e Estatística Aplicada à Educação e História da Matemática. Grupo de estudos com pesquisa voltada para a História da Disciplina Matemática.

Referências

ARRUDA, H.D.; HOLZMANN, E.; HUMPHREYS, N.; YAREMTCHUCK, G.; MARTINS, C.T.; (1968) Caderno de Atividades, NEDEM 2ª série.

ARRUDA, H.D.; HOLZMANN, E.; YAREMTCHUCK, G.; MARTINS, C.T.; (1977). Ensino Moderno da Matemática. NEDEM. 2ª série. Editora do Brasil.

Claras, A.F. (2010). A teoria dos conjuntos proposta pelo NEDEM: do ideário do MMM às práticas escolares. Dissertação de Mestrado em Educação. Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Retirado em 16 de agosto de 2018, de: http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/agosto2013/matematica_artigos/dissertacaoantonio_flavio_claras.pdf.

Hofstetter R. & Schneuwly B. Saberes: um tema central para as profissões do ensino e da formação In: Hofstetter, R. & Valente, W. R. (2017). Saberes em (trans)formação: tema central da formação de professores (pp. 113-172). São Paulo: Editora Livraria da Física.

Hofstetter, R. & Valente, W. R. (2017). In: Saberes em (trans)formação: tema central da formação de professores. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Peter B. (2016) O que é História do Conhecimento? São Paulo: Editora Unesp.

Pinto, N.B. (2005). Marcas Históricas da Matemática Moderna no Brasil. In: Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 5, n.16, p.25-38, set./dez.

Portela, M. S. (2009). Praticas de Matemática Moderna na formação de Normalistas no Instituto de Educação do Paraná na déca de 1970. Dissertação de Mestrado. Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2014. Retirado em: 16 de agosto de 2018, de: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/116741.

Portela, M. S. (2014). As cartas de Parker na matemática da escola primária paranaense na 2014 primeira metade do século XX: circulação e apropriação de um dispositivo didático pedagógico. Tese de Doutorado. Curitiba: Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2014. Retirado em: 16 de agosto de 2018, de: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/128465.

Romanelli, O. (2008). História da Educação no Brasil. 33. ed. Petrópolis: Vozes.

Publicado
2019-04-29
Seção
Sessões Coordenadas