• Template

    2021-04-30

    Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS informam, por meio dos seus Editores e da sua Comissão Organizadora, que, a partir de agora, fica disponível na página dos Cadernos para acesso de Autores e Autoras interessados em submeter artigos, papers, ensaios e/ou leituras críticas a serem avaliados pelo Conselho Editorial dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS para cada edição um TEMPLATE PARA SUBMISSÃO – CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS – que servirá de base para enquadramento básico às Normas dos Cadernos. Autores e Autoras poderão fazer downloads desse arquivo na página dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS na Plataforma SEERhttps://drive.google.com/file/d/1UeUD9NUnVdXUqSCMIYa5MfylgT4OkHCG/view?usp=sharing– para formatarem suas propostas de submissões.  

     

     

    Saiba mais sobre Template
  • MUDANÇAS NAS EDIÇÕES FUTURAS

    2021-04-30

    Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS informam, por meio dos seus Editores e da sua Comissão Organizadora, que, considerando a expansão da qualidade das suas Edições futuras, resolvem excluir as Resenhas que sempre fizeram parte de suas edições até aqui publicadas para, a partir da Edição de número 25 – a sair neste 1º semestre de 2021 – passar a publicar Leituras Críticas sobre obras selecionadas. Tal decisão vem, de certo modo, dar maior credibilidade aos autores que já publicaram Resenhas muito alentadas nos Cadernos – aos quais agradecemos significativamente as contribuições –, bem como vem ressaltar o crédito dessas leituras que sempre estão acercadas de reflexões teórico-críticas como qualquer outro material já publicado nos Cadernos de Estudos Culturais até aqui. Assim, a partir de agora, as NORMAS PARA SUBMISSÃO – CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS – trazem, a partir desta Edição de número 25, tais alterações.

    Saiba mais sobre MUDANÇAS NAS EDIÇÕES FUTURAS
  • CHAMADA DE PUBLICAÇÃO 2021.1

    2021-04-30

    CHAMADA PARA A PUBLICAÇÃO DE 2021.1

    CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: Crítica Biográfica Fronteiriça

    O número 25 dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS, a ser publicado até Setembro de 2021, tem como temática a Crítica Biográfica Fronteiriça. A temática proposta enseja uma discussão conceitual crítica acerca do que se entende por “Crítica biográfica fronteiriça”, por entender que tal proposição crítica engloba uma teorização descolonial que, a seu modo, trata de conceitos e escolhas caros aos lugares periféricos, a exemplo de “biolócus”, “pensamento próprio”, “escrever o que se quer”, “lugares como paisagens biográficas”, “desrazão”, “corporalidades”, “estar-sendo”, “com-vivialidade”, “desprendimento”, entre outros. Ao propor essa temática, de teor tão inovador quanto desafiador para todos os intelectuais atuais, os CADERNOS assumem, definitivamente, seu lugar enquanto um periódico que, há mais de dez anos (2009-2021), trata de uma discussão conceitual que tem ajudado a todos a nos aproximar de questões de ordem política, teórica e cultural que diferenciam a diversalidade chamada América Latina. Espera-se, por conseguinte, que com a proposta da Crítica Biográfica Fronteiriça (2021.1) os CADERNOS não apenas ratifiquem suas escolhas temáticas como mostram todos os volumes anteriores, como também proporcionem um espaço a mais para aqueles intelectuais que não se acostumaram em ficar simplesmente repetindo e endossando teorias advindas dos grandes centros hegemônicos do mundo globalizado para produzir. Nesse sentido, a rubrica de “Crítica biográfica fronteiriça” pode propiciar a todos um espaço escavado na exterioridade para que se possa compreender os mundos a partir de epistemologias outras que não apenas a moderna.

    Prazo de submissão: de 1º de maio de 2021 a 15 de agosto de 2021.

    Saiba mais sobre CHAMADA DE PUBLICAÇÃO 2021.1
  • CHAMADA DE PUBLICAÇÃO 2021.2

    2021-04-30

    CHAMADA PARA A PUBLICAÇÃO DE 2021.2

    CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: Fazer-Sendo – Não-Europeu

    O número 26 dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS, a ser publicado até dezembro de 2021, tem como temática Fazer-Sendo – Não-Europeu. A temática espera abranger discussões de cunho “biogeográfico” (BESSA-OLIVEIRA) que contemplem, especialmente, as práticas artísticas, epistemológicas, culturais, de produção de conhecimentos, cotidianas, de dialetos, línguas e as de trocas entre saberes de povos originários brasileiros e estrangeiros, entre outras diferenças que emergem de espaços fronteiriços que sempre estiveram inscritos, por visadas eurocêntricas e/ou estadunidenses, nas insígnias de lugares fora dos centros. Fazer-Sendo – Não-Europeu, portanto, é um chamamento dos CADERNOS para aqueles e aquelas intelectuais, pessoas de senso comum, das fronteiras múltiplas que, por meio de uma episteme “Biográfica Fronteiriça” (NOLASCO), estão fazendo emergir arte, cultura e conhecimentos minando os mais diferentes campos disciplinares modernos e pós-modernos (filosófico, antropológico, sociológico, da educação, na arte, do direito, na arquitetura, entre outros) das Humanitas, mas também das chamadas Ciências Exatas, Biológicas e da Ciência da Natureza que insistem, mais ainda nas academias, em catalogar os/as sujeitos/sujeitas das diferenças coloniais em teorias e teorizações coloniais da Europa e/ou dos Estados Unidos para a manutenção desses Fazeres Não-Europeus e Não-estadunidenses dentro de cavernas, grutas, fronteiras, trincheiras, fissuras, margens, locas e malocas que os pensamentos moderno e pós-moderno não conseguem contemplar. Portanto, a CHAMADA-CONVITE Fazer-Sendo – Não-Europeu (2021.2) é um momento para demonstrar aos/as desavisados/as da tradição que pensamentos e práticas outros não vivem na chuva sem saber o que fazem a espera do temporal passar.

    Prazo de submissão: de 1º de maio de 2021 a 30 de setembro de 2021.

    Saiba mais sobre CHAMADA DE PUBLICAÇÃO 2021.2