A COR DA PALAVRA: literatura infanto-juvenil brasileira e relações étnico-raciais

Maurício Silva

Resumo


O presente artigo trata das possíveis relações entre a literatura infanto-juvenil brasileira contemporânea e a questão das relações étnico-raciais, destacando aspectos relacionados à crítica à discriminação racial e combate ao racismo, bem como à representação da personagem afro- descendente nesta produção literária.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Maria Lysia Corrêa de. O círculo. Belo Horizonte, Editora Lê, 1991. AZEVÊDO, Eliane. Raça. Conceito e Preconceito. São Paulo, Ática, 1987.

BARREIROS, Ruth Ceccon. “A literatura infantil Afro-Brasileira e a Formação Leitora no

Ensino Fundamental”. Anais do 17º Congresso de Leitura do Brasil – COLE, Campinas, Unicamp, jul. 2009, p. 01-09 (http://alb.com.br/arquivo- morto/edicoes_anteriores/anais17/txtcompletos/sem15/COLE_3659.pdf)

BERND, Zilá. “O literário e o identitário na literatura afro-brasileira”. Revista Língua & Literatura, Frederico Westfalen, Vol. 12, No. 18: 33-44, Ago. 2010.

BLOCH, Pedro. Dito, o negrinho da flauta. São Paulo, Moderna, 1983. BRAZ, Júlio Emílio. Felicidade não tem cor. São Paulo, Moderna, 1997.

. Pretinha, eu?. São Paulo, Scipione, 2010.

CARDOSO, Rosane. "A criança que se lê, o mundo que se percebe, o sonho que se constrói: possibilidades da inclusão étnico-racial". In: OLIVEIRA, Alexandre et alii. Deslocamentos críticos. São Paulo, Itaú Cultural/Babel, 2011, p. 129-142.

CARRASCO, Walcyr. Irmão negro. São Paulo, Moderna, 2000.

CAZARRÉ, Lourenço. Os Bons e os Justos (A Fábula do Amor Bastardo). Porto Alegre, Mercado Aberto, 1983.

DEBUS, Eliane Santana Dias. “A Literatura Infantil Contemporânea e a Temática Étnico-Racial: Mapeando a Produção”. Anais do 16º. Congresso de Leitura do Brasil, Campinas, Unicamp, jul. 2007, p. 01-10 (http://alb.com.br/arquivo- morto/edicoes_anteriores/anais16/sem08pdf/sm08ss12_06.pdf)

DEBUS, Eliane Santana Dias & VASQUES, Margarida Cristina. "A linguagem literária e a pluralidade cultural: contribuições para uma reflexão étnico-racial na escola". Conjectura. Universidade de Caxias do Sul, Vol. 14, No. 2: 133-144, Mai.-Ago. 2009.

DUARTE, Eduardo de Assis. "Na cartografia do romance afro-brasileiro, Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves". In: ALMEIDA, Júlia; MIGLIEVICH- RIBEIRO, Adelia; GOMES, Heloisa Toller (orgs.). Crítica Pós-Colonial. Panorama de Leituras Contemporâneas. Rio de Janeiro, 7Letras, 2013, p. 208- 227.

FERNANDES, Florestan. O negro no mundo dos brancos. São Paulo, Global, 2007.

. A integração do negro na sociedade de classes. São Paulo, Global, 2008. FITTIPALDI, Ciça. O homem que casou com a sereia. São Paulo, Scipione, s.d.

FRANÇA, Luiz Fernando de. “Desconstrução dos estereótipos negativo do negro em Menina bonita do laço de fita, de Ana Maria Machado, e em O menino marron, de Ziraldo”. Estudos de literatura brasileira contemporânea, Brasília, Universidade de Brasília, No. 31: 111-127, 2008. (http://seer.bce.unb.br/index.php/estudos/article/view/2022/1595)

GALDINO, Luiz. Saudade da Vila. São Paulo, Moderna, 1989.

GEULEN, Christian. Breve Historia del Racismo. Madrid, Alianza Editorial, 2010.

GOMES, Nilma Lino. Sem perder a raiz. Corpo e cabelo como símbolos da identidade negra. Campinas, Autêntica, 2011.

GONÇALVES, Luiz Alberto O. e SILVA, Petronilha B. Gonçalves. O jogo das Diferenças. O Multiculturalismo e seus Contextos. Belo Horizonte, Autêntica, 2006.

GUIMARÃES, Antonio Sérgio Alfredo. Preconceito racial: modos, temas e tempos. São Paulo, Cortez, 2008.

GUIMARÃES, Geni. A cor da ternura. São Paulo, FTD, 1991.

KNOP, Rita Maria. Antes, era uma vez, hoje, essa é a sua vez: uma abordagem comparativa da representação social do negro na literatura para crianças. Belo Horizonte, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2010 (dissertação de mestrado).

LIMA, Heloisa Pires. "Personagens negros: um breve perfil na literatura infanto- juvenil". In: MUNANGA, Kabengele (org.). Superando o racismo na escola. Brasília, Ministério da Educação/SECAD, 2005, p. 101-115.

LOLITO, Isa. O Herói de Damião em A Descoberta da Capoeira. São Paulo, Girafinha, 2006.

MACHADO, Ana Maria. Menina Bonita do Laço de Fita. São Paulo, Ática, 2003.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília, Outubro de 2004.

MUNANGA, Kabengele. “Educação Multicultural e Desenvolvimento Humano no Contexto da Diversidade Brasileira”. Teoria e Prática da Educação. Universidade Estadual de Maringá, Maringá, Vol. 07, No. 03: 343-348, set./dez. 2004.

NICOLELIS, Giselda Laporta. O sol da liberdade. São Paulo, Atual, 1994.

PEREIRA, Edimilson de Almeida & WHITE, Steven F. “Brasil: Panorama de Interações e Conflitos numa Sociedade Multicultural”. Afro-Ásia, Universidade Federal da Bahia, Salvador, No. 25-26: 257-280, 2001.

PINSKY, Mirna. Nó na garganta. São Paulo, Atual, 1988. ROCHA, Ruth. O Amigo do Rei. São Paulo, Ática, 2000.

ROSEMBERG, Fúlvia. Literatura Infantil e Ideologia. São Paulo Global, 1985. SANTOS, Joel Rufino dos. A botija de ouro. São Paulo, Ática, 1987.

SARTRE, Jean-Paul. Reflexões sobre o racismo. Rio de Janeiro, Difel, 1978.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Nem preto nem branco, muito pelo contrário. Cor e raça na sociedade brasileira. São Paulo, Claro Enigma, 2012.

SILVA, Liliane Maria Jamir e. “O imaginário da inclusão na Literatura Infanto- Juvenil”. Construir Notícias, Recife, s.d. (http://www.construirnoticias.com.br/asp/materia.asp?id=1044)

SILVA, Maria José Lopes da. “As Exclusões e a Educação”. In: TRINDADE, Azoilda L. e SANTOS, Rafael dos (orgs.). Multiculturalismo. Mil e Uma Faces da Escola. Rio de Janeiro, DP&A, 1999, p. 139-147.

SOUZA, Florentina e LIMA, Maria Nazaré (orgs.). Literatura Afro-Brasileira. Brasília, Centro de Estudos Afro-Orientais / Fundação Palmares, 2006.

ZATZ, Lia. Jogo Duro. Era uma vez uma história de negros que passou em branco. Belo Horizonte, Dimensão, 2004.

ZIRALDO. O menino marrom. São Paulo, Melhoramentos, 1986.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Quantidade de visitas ao site dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS:
 
counter free

 

Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS estão indexados em:

DiadorimGoogle AcadêmicoSumariosResultado de imagem para capesOASISBR

Somos um periódico da:

UFMS

 

ISSN 1984-7785                                            necccadernos@gmail.com