O DESENHO E SEUS SIGNIFICADOS: RELATOS DE EXPERIÊNCIA

Sandra Adorvino NEPOMUCENO

Resumo


O registro que abordamos neste artigo são desenhos/ imagens de uma turma pré-escolar de uma instituição municipal de Ensino. O objetivo é relatar os desenhos e seus significados através do modo de pensar da criança. Sob o enfoque de Rabello, a educadora apresenta uma atividade solicitando que as crianças façam um desenho do seu autorretrato e da imagem que eles fazem da professora. Quando a professora recebe essas imagens, percebe que a maioria das crianças a desenham sentada na cadeira ou atrás de uma “pilha” de cadernos de tarefas para casa. Tal fato despertou tanto incômodo que resolvemos romper com os paradigmas das tão cobradas “tarefas de casa”, o que não foi nada fácil. Porém, com a mudança na prática houve mais tempo para trabalhar outras metodologias de forma lúdica e com aprendizado.

Palavras-chave


Mudança. Inovação. Aprendizado.

Texto completo:

PDF

Referências


PIAGET, A formação dos símbolos no Infâncio. PUF, 1948.

RABELLO, Sylvio, Psicologia do desenho Infantil. São paulo: companhia Editora nacional, 1935.

MOREIRA, Ana Angélica Albano. O epaço do desenho: a educação.8.ed.São Paulo.1993.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Outras informações podem ser obtidas exclusivamente pelo e-mail revistagepfip@gmail.com

REVISTA DIÁLOGOS INTERDISCIPLINARES- GEPFIP - ISSN 23595051 (Publicação online)

A/C Profa. Ana Lúcia Gomes da Silva (Editora-chefe)

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/CPAQ

Praça Nossa Senhora da Conceição, 163, Centro - CEP: 79200-000 - Aquidauana/ MS

Telefone: +55 (67) 3241 0312