LUDICIDADE: UMA FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Aline Werça da ROCHA, Franchys Marizethe Nascimento Santana FERREIRA

Resumo


Este estudo apresenta informações a respeito da medida protetiva reconhecida como "Acolhimento", que deve ocorrer dentro de uma Unidade Institucional de Acolhimento para crianças e adolescentes. O projeto desenvolvido na unidade de acolhimento com crianças e adolescentes de diferentes realidades e contextos sociais, tem por objetivo oferecer aos acolhidos por meio da ludicidade, do brincar, das cantigas, jogos educativos, contação de histórias reforço escolar que facilitem o processo ensinar-aprender e a auto estima elevada. A metodologia adotada é de abordagem qualitativa por meio de pesquisa documental e revisão bibliográfica com autores: Elage (2012); Brougére (2004) e Werlang (2002) Ariés (2011). Conclui-se que o (a) acadêmico (a) tem no projeto uma via de interação diretamente com a sociedade, onde vivência o cotidiano das pessoas e tem participação ativa contribuindo para o desenvolvimento de uma comunidade, com o propósito de aplicar o que aprende e produz na universidade possibilitando aos envolvidos compartilhar saberes e conhecimento interligando as atividades de ensino e pesquisa com as demandas sociais priorizando a educação e o bem estar social.

Palavras-chave


Ludicidade. Unidade de Acolhimento. Crianças e Adolescentes.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÉS, P. História social da criança e da família. 2.ed. Rio de janeiro: LTC, 2011.

______. História social da infância e da família. Tradução: D. Flaksman. Rio de Janeiro: LCT, 1978.

BRASIL. Presidência da República. Lei 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Brasília: 1990. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069Compilado.htm> Acesso em: 20 de nov de 2017.

______. Estatuto da Criança e do Adolescente. Lei nº 8.069 de 13 de Julho de 1999.

Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília, DF, 1990.

______. Constituição: República federativa do Brasil. Senado Federal ,1978.

______. Presidência da República. Lei 8.069, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. Brasília: 1990. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8069Compilado.htm> Acesso em: 20 de nov de 2017.

______. Orientações Técnicas: serviços de acolhimento para crianças e adolescentes. Brasília: MDS, 2009.105 p. Disponível em:< www.fas.curitiba.pr.gov.br/baixarmultimidia.aspx?idf=33> Acesso em: 20 de nov. de 2017

______. Orientações Técnicas: serviços de acolhimento para crianças e adolescentes. Brasília: MDS, 2009.105 p. Disponível em:< www.fas.curitiba.pr.gov.br/baixarmultimidia.aspx?idf=33> Acesso em: 20 de nov. de 2017.

DESSEN, Maria Auxiliadora; POLONIA, Ana da Costa. A Família e a Escola como contextos de desenvolvimento humano. Scielo, Distrito Federal, v. 1, n. 1, p.22-32, 08 maio 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2018.

BROUGÉRE, G. Brinquedos e companhia. São Paulo: Cortez Editora, 2004.

ELAGE, Bruna et al. Formação de profissionais em serviços de acolhimento. São Paulo: Instituto Fazendo História, 2012 Disponível em: < https://static1.squarespace.com/static/56b10ce8746fb97c2d267b79/t/5734bc8537013b24913bbb18/1463073930949/Formac%CC%A7a%CC%83o_web.pdf> Acesso em: 21 de nov. de 2017.

ENGELS, F. A origem da família, da sociedade privada e do Estado. Tradução: Leandro Konder- 14ª ed. - Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1997, 224p.

FLORENTINO, Bruno Ricardo Bérgamo. As possíveis consequências do abuso sexual praticado contra crianças e adolescentes. Fractal: Revista de Psicologia, v. 27, n. 2, p. 139-144, maio-ago. 2015.

IFH - Instituto Fazendo História. Serviços de acolhimento no Brasil. Equipe do Portal, 2017 Disponível em:< www.fazendohistoria.org.br/serviços-de-acolhimento-no-brasil/> Acesso em: 20 de nov. 2017

SANTOS, R. G. dos. Teatralização do espaço escolar: práticas teatrais com jogos no ensino médio. São Paulo, 2002, Dissertação (Mestrado em Artes), escola de Comunicações e Artes, USP.

WERLANG, C. Jogos dramáticos e brincadeiras cantadas mediando a formação lúdica do educador dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Rio Grande do Sul, 2002. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Federal de Santa Maria.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Outras informações podem ser obtidas exclusivamente pelo e-mail revistagepfip@gmail.com

REVISTA DIÁLOGOS INTERDISCIPLINARES- GEPFIP - ISSN 23595051 (Publicação online)

A/C Profa. Ana Lúcia Gomes da Silva (Editora-chefe)

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/CPAQ

Praça Nossa Senhora da Conceição, 163, Centro - CEP: 79200-000 - Aquidauana/ MS

Telefone: +55 (67) 3241 0312