Efeitos de sentido das variações timbrísticas no álbum “Música de Brinquedo”, da banda Pato Fu

  • Lucas Takeo Shimoda GES-USP
Palavras-chave: Semiótica da Canção, Timbre, Rearranjo, Significação

Resumo

O presente trabalho analisa semioticamente os efeitos de sentido criados pela variação timbrística nos rearranjos do álbum “Música de Brinquedo”, da banda Pato Fu. Para tal, emprega-se o aporte teórico da semiótica greimasiana (GREIMAS; COURTÉS, 2012 [1979]; GREIMAS 2014 [1983]), bem como seus desenvolvimentos aplicados à canção popular de consumo (TATIT, 1997, 2002, 2004). A análise do material revelou quatro estratégias enunciativas básicas: (i) dissolução e dispersão das famílias timbrísticas, (ii) a redução das durações de notas e acordes sustentados, (iii) o alçamento em direção aos registros agudos e (iv) a atenuação das potências sonoras. Esse conjunto de estratégias cria uma fisionomia global relacionada à voz pré-pubertária, que colabora para criar efeitos de sentido que remetem ao universo do lúdico e do infantil.

Referências

BADIR, Sémir; PARRET, Herman. Présentation. In: BADIR, Sémir; PARRET, Herman (Orgs.). Puissances de la voix: corps sentant, corde sensible. Limoges: Pulim, 2001.

CARMO JR., José Roberto do. Da voz aos instrumentos musicais: um estudo semiótico. São Paulo: Annablume/Fapesp, 2005.

COELHO, Márcio Luiz Gusmão. Alotimbre: processos de covariação no arranjo da canção popular brasileira. Estudos Linguísticos, vol. 33, p. 400–405, 2004.

COELHO, Márcio Luiz Gusmão. O arranjo como elemento orgânico ligado à canção popular brasileira: uma proposta de análise semiótica. Tese de Doutorado, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, 2007.

CORNUT, Guy. La voix. 3. ed., Paris: PUF, 1983.

DIETRICH, Peter. Araçá Azul: uma análise semiótica. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. 2003. 197 f.

DIETRICH, Peter. Semiótica do discurso musical: uma discussão a partir das canções de Chico Buarque. Tese de Doutorado, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, 2008.

GREIMAS, Algirdas Julien; COURTÉS, Joseph. Dicionário de semiótica. São Paulo: Contexto, 2012 [1979].

GREIMAS, Algirdas Julien. Sobre o sentido II. São Paulo: Nankin/EDUSP, 2014 [1983].

HJELMSLEV, Louis. Prolegômenos a uma teoria da linguagem. São Paulo: Perspectiva, 2006 [1943].

MAFRA, Matheus Henrique. Um álbum de canções: reflexões semióticas sobre Canções Praieiras. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. 2019. 164 f.

PATO FU. Música de Brinquedo. Rotomusic. 2010. 1 CD. 41 min.

TAKAI, Fernanda; ULHOA, John. Entrevista com Pato Fu, curiosidades da banda e tudo sobre o 10º CD, Música de brinquedo. Rádio CBN, São Paulo, 09/10/2010. Programa Cesta de música. Disponível on-line em: <http://cbn.globoradio.globo.com/programas/cesta-de-musica/2010/10/09/ENTREVISTA-COM-PATO-FU-CURIOSIDADES-DA-BANDA-E-TUDO-SOBRE-O-10-CD-MUSICA-DE-BRINQUED.htm>.Último acesso em 19/04/2021.

TATIT, Luiz. Musicando a Semiótica. São Paulo: Annablume/FAPESP, 1997.

TATIT, Luiz. O cancionista: composição de canções no Brasil. São Paulo: EDUSP, 2002.

TATIT, Luiz. O século da canção. São Paulo: Ateliê Editorial, 2004.

TATIT, Luiz. Todos entoam: ensaios, conversas e canções. São Paulo: Publifolha, 2007

SHIMODA, Lucas Takeo. O estatuto conotativo do timbre em semiótica da canção. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

ZÉ RAMALHO. Frevo Mulher. In: A peleja do Diabo com o Dono do Céu. 1979. Sony Music Entertainment Brasil. 1 CD. 53 min.

Publicado
2021-06-30
Seção
Artigos - Linguística e Semiótica