Biovidro ativado com colágeno e Laser de Baixa Potência na regeneração de defeito ósseo em calvária de ratos.

  • Lukas Monteiro Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Montezzo, D.E Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Silva I.S Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
  • Bagnato, V.S Instituto de Física de São Carlos/USP, SP, Brasil
  • Corazza, A.V Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Resumo

Introdução: A regeneração óssea tem apresentado resultados eficientes com diversos tipos de biomateriais e tecnologias regenerativas. Assim, o presente estudo analisou os efeitos fotobiomoduladores da laserterapia de baixa potência (LLLT) associado ao enxerto de vidro bioativo (BG) e colágeno bovino na proporção mássica de 75% de vidro e 25% de colágeno no reparo ósseo em escareação de calvária em ratos. O modelo experimental aprovado pela Comissão de Ética no Uso de Animais (942/2018) consistiu de defeito ósseo circular com broca trefina de 5,0 mm de diâmetro na região frontoparietal esquerda de 40 ratos. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em 4 grupos: Biovidro (BG) com enxerto de Vidro bioativo 58S (58% SiO, 33% CaO e 9% P O em percentual mássico, sendo essa porcentagem dividida em 75% de 58S e 25% de colágeno, ActiveBone®); Laser (L), com 120 J/cm² e 780 nm; Laser + Biovidro (LBG), associando as técnicas; e Controle (C), sem intervenções. O enxerto ActiveBone® foi aplicado imediatamente após a lesão óssea e a Laserterapia imediato e a cada 48 horas. A histomorfometria da densidade de volume (DV) vascular, de osteócito e da matriz óssea (MO) foram realizados em 15 e 30 dias após defeito ósseo na calvária, sendo compostas em subgrupos com animais. Os grupos L e LBG foram eficientes na formação de vasos sanguíneos em comparação ao grupo C. O grupo BG, tanto aos 15 e 30 dias demonstraram maior eficiência na formação de matriz óssea e osteócito em relação ao grupo L, LBG e C. Por outro lado, o Laser aplicado isoladamente aumentou a DVMO em relação ao grupo controle (p<0,05). O enxerto ActiveBone® otimizou a regeneração óssea após 30 dias de enxerto em defeito ósseo de calvária, seguido pela utilização isolada da LLLT, entretanto a associação dos procedimentos terapêuticos não suplementou a DVMO.

Publicado
2021-12-24
Como Citar
MONTEIRO, L.; D.E, M.; I.S, S.; V.S, B.; A.V, C. Biovidro ativado com colágeno e Laser de Baixa Potência na regeneração de defeito ósseo em calvária de ratos. Perspectivas Experimentais e Clínicas, Inovações Biomédicas e Educação em Saúde (PECIBES) ISSN - 2594-9888, v. 7, n. 2, p. 15, 24 dez. 2021.