Resumo: <br>Potencial apoptótico do Calcitriol (Vitamina D) em células-tronco mesenquimais extraídas de gordura humana. PECIBES, supl.1, 22, 2015

  • João Renato Pesarini
  • Barbara de Toledo Rós
  • Bruno Paiva dos Santos
  • Andreia Conceição Milan Brochado Antoniolli-Silva
  • Wilson de Barros Cantero
  • Marcio Eduardo de Barros
  • Zaira da Rosa Guterres
  • Nance Beyer Nardi
  • Melissa Camassola
  • Rodrigo Juliano Oliveira

Resumo

Atualmente, a obesidade é considerada uma doença que se alastra pelos países desenvolvidos e subdesenvolvidos, do ocidente e oriente, sendo considerada uma importante questão de saúde publica. Estudos recentes indicam que adipócitos adultos exibem renovação intensa e constante, portanto, sabe-se que o potencial de gerar novas células do tecido adiposo persiste durante toda a vida do indivíduo e que os adipócitos provêm também de células-tronco mesenquimais multipotentes, residentes no estroma do tecido adiposo. Este resumo demonstra resultados parciais de uma pesquisa que visa propor uma terapia inovadora para o controle da obesidade/sobrepeso com a administração local no tecido adiposo de Vitamina D (Calcitriol) em associação ao Cálcio. Contudo, avaliamos o potencial citotóxico do Calcitriol (Calcijex® Abbot) e do Cálcio em células-tronco mesenquimais extraídas de gordura humana pelo ensaio de MTT em busca de uma dose que seja citotóxica para 50% das células tratadas Calcitriol e para 20% das células tratadas com Cálcio. Aextração de células-tronco ocorreu com a gordura de dois pacientes que passaram por cirurgia bariátrica sendo essa processada de acordo com o protocolo implantado. As células-tronco mesenquimais foram caracterizadas por citometria de fluxo após expansão em frascos de cultura. Para a 3 técnica de MTT, 6x10 células foram plaqueadas em placas de cultivo celular (96 poços). A eficácia da citotoxicidade dos compostos se deu pela avaliação de cinco doses de Calcitriol e três doses de Cloreto de Cálcio sendo estas 3,125, 6,25, 12,5, 25 e 50nM e 1, 0,5 e 0,1mM, respectivamente, avaliadas em de 24, 48 e 72h. Os resultados obtidos demonstram que tanto o Cálcio quanto o Calcitriol possuem capacidade citotóxica em células-tronco mesenquimais extraídas de gordura humana e que a dose de 25nM de Calcitriol e de 0,5mM de Cloreto de Cálcio atingiram o resultado esperado e, portanto, são consideradas as doses com maior potencial para os ensaios futuros de apoptose morfológica, cometa e expressão gênica.
Publicado
2017-09-19