Resumo: <br> Classificação de Risco na Maternidade do Hospital Universitário: Relato de Experiência. PECIBES, supl.1, 47, 2015

  • Thays Mello de Ávila
  • Stephany Anastácia Serpa Alarcon
  • Cristiana de Souza Ferreira Rondon
  • Eunice Delgado Cameron

Resumo

O Acolhimento com a Classificação de Risco (ACCR) é a maneira da qual há possibilidades de garantir um acesso de saúde de forma que se atenda as prioridades de acordo com a necessidade de cada indivíduo no momento de seu atendimento, para casos de maiores riscos de vida e de maior vulnerabilidade. O Ministério da Saúde divulgou o Manual de Acolhimento e Classificação de Risco em Obstetrícia que visa estabelecer as prioridades e organização dos serviços de urgências obstétricas nas maternidades no ciclo gravídico-puerperal, buscando o acesso de qualidade. As gestantes e parturientes que adentram ao serviço são acolhidas e classificadas pelo profissional enfermeiro. O profissional realizará questionamentos e avaliação clínica rápida e classificará a usuária em vermelho - atendimento médico imediato; laranja - atendimento em até 15 minutos; amarelo - em até 30 minutos; verde - atendimento em até 120 minutos; e azul - atendimento não prioritário, podendo ser encaminhada para outro serviço. Este trabalho tem por objetivo descrever a realização dos atendimentos do ACCR da maternidade do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian (HUMAP). A classificação de risco realizada da maternidade do HUMAPestá baseada no protocolo do ministério da saúde. Apaciente é acolhida no ambiente hospitalar, após geração da ficha. Amesma é encaminhada à sala de Classificação de Risco para o profissional enfermeiro. De acordo com suas queixas e rápida avaliação, a paciente é classificada em azul, verde, amarelo, laranja ou vermelho e encaminhada para atendimento médico. A ficha de avaliação contém dados, como: identificação da paciente, dados pré-natais (números de consultas, realização dos primeiros exames do início do pré-natal e da 28º semana, em especial anti-HIV e VDRL), histórico obstétrico, histórico clínico, queixas atuais, escala de nível de dor, uso de medicações, histórico de alergias e profissional avaliador. O atendimento do ACCR no HUMAP permite aos residentes à experiência da atenção voltada as usuárias com a maior qualidade em vista das suas prioridades. O instrumento utilizado no hospital, com base no Manual do Ministério da Saúde, possibilita um atendimento ágil, prático e com bons resultados para profissionais e pacientes, ampliando o olhar da humanização no ciclo gravídico-puerperal. A atuação da enfermeira obstetra na classificação de risco é uma prática pouco conhecida, porém de alta funcionalidade. É estabelecida e recomendada pelo Ministério da Saúde e atualmente realizada na maternidade do HUMAP. Com base nos atendimentos feitos, acreditamos que ACCR beneficia profissionais e em especial usuárias, por terem sido atendidas de acordo com as necessidades de saúde.
Publicado
2017-09-20