Efeito do condicionamento ácido sobre o ionômero de vidro forrador

  • Ariadiny Francisco Felix Carneiro
  • M. C. Abreu
  • P. F. S. Queiroz
  • M. E. Sanabe

Resumo

O material forrador mais frequentemente utilizado para a proteção do complexo dentino-pulpar é o cimento de ionômero de vidro, no entanto, não há uma sequência clínica definida para sua utilização. Objetivo: avaliar o efeito do condicionamento com ácido fosfórico a 37% sobre os cimentos de ionômero de vidro forradores, convencional e modificado por resina. Materiais e métodos: Cinquenta e quatro incisivos bovinos foram utilizados para o ensaio mecânico de cisalhamento. Os dentes foram divididos em dois grupos, Vitrebond e Vidrion F, e subdivididos em três grupos: controle, condicionamento prévio e condicionamento posterior. O cimento de ionômero de vidro foi inserido em uma única aplicação, armazenados úmidos por 24 horas até a realização do ensaio mecânico de cisalhamento. O ensaio foi realizado na máquina universal de ensaios Instron a uma velocidade de 0,05 mm/min até a ruptura do material. As fraturas foram analisadas em lupa estereoscópica. Resultados: não houve diferença na resistência de união entre os grupos testados e o grupo controle (ANOVA p>0,05) e em relação as fraturas foram observadas apenas adesivas e mistas nos períodos analisados. Conclusão: o condicionamento com ácido fosfórico não influenciou na resistência de união imediata do cimento de ionômero de vidro forrador.

 

 

Palavras-chave: Condicionamento ácido. Ionômero. Fratura.