Abordagem conservadora e estética para restauração de desgaste dental

  • Noeleni de Souza Pinto
  • A. K. Coelho
  • M. S. Coutinho
  • A. Freire

Resumo

A erosão dental é ocasionada por um processo químico que envolve ácidos de origem intrínseca ou extrínseca, sem envolvimento microbiológico, provocando a perda irreversível de tecido mineralizado e hipersensibilidade dentinária. Quando associada ao bruxismo a perda de estrutura dentária pode ser ainda mais acelerada. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo relatar o caso de uma reabilitação conservadora e estética de desgaste dental por erosão associada ao bruxismo. Paciente do gênero feminino, 51 anos de idade, apresentava sensibilidade dentinária e desgaste dental. Ao exame clínico foi observada erosão generalizada envolvendo dentes anteriores e posteriores, além de um grande desvio da linha média e agenesia do elemento 22. Foram realizados registros fotográficos e montagem em articulador semi-ajustável para planejar o tratamento com auxílio do DSD (Digital Smile Design) e posterior enceramento diagnóstico dos modelos. Após aprovação da paciente, com a utilização de mock-up, o plano de tratamento foi estabelecido. O mesmo incluiu aumento de coroa clínica dos elementos 14 ao 24, aumento da dimensão vertical com restaurações em resina composta nos dentes posteriores, excluindo os segundos molares superiores. Todos os dentes anteriores foram também restaurados em resina composta, com auxílio de guias, para propiciar melhor harmonia facial. Posteriormente uma placa miorrelaxante foi instalada e devidamente ajustada. O resultado do tratamento apresentou uma melhora estética e funcional significativa. Com isso, conclui-se que uma abordagem minimamente invasiva, com preparos conservadores e procedimentos adesivos possibilita a reabilitação estética e funcional de maneira satisfatória, preservando a vitalidade dos dentes.

 

 

Palavras-chave: Erosão dentária. Resinas compostas. Bruxismo.