Lipoma bucal: relato de caso e levantamento epidemiológico Faodo/UFMS

  • Victor Augusto Alves Bento
  • R. M. G. Barros
  • A. H. Carrilho
  • S. R. C. Sanches
  • D. M. Antunes

Resumo

Lipomas são tumores benignos de células adiposas maduras, relativamente raros na cavidade bucal. Sua incidência é maior em adultos, com mais de 40 anos, em igual distribuição de gênero. Devido ao seu crescimento lento e assintomático, o lipoma pode passar despercebido por meses ou anos. O presente trabalho tem como objetivo apresentar, um relato de lipoma de grande dimensão na região de assoalho bucal; e dados da prevalência de lipomas diagnosticados nadisciplina de Patologia Bucal da FAODO/UFMS no período de 2000 a 2018. Paciente do gênero feminino, 81 anos de idade, procurou à clínica de Patologia Bucal da FAODO/UFMS, queixando-se de um aumento volumétrico na região do assoalho bucal, lado esquerdo, com 8 anos de evolução. Clinicamente, apresentava lesão de formato globoso, consistência fibrosa, de 3cm no seu maior diâmetro, de coloração amarelada, base séssil e superfície íntegra.Foi realizada biópsia excisional com diagnóstico sugestivo de Adenoma ou Lipoma. O exame histopatológico da amostra revelou arranjos de adipócitos maduros, septados por tecido conjuntivo fibroso e diagnóstico final de lipoma. Na FAODO/UFMS foram atendidos 42 casos (1,14% dos atendimentos) com diagnóstico de lipoma, de 2000 a 2018. O primeiro levantamento de 2000 a 2008 revelou dezessete casos, o segundo, de 2009 a 2018, vinte e cinco casos (47% de aumento). Vinte e seis casos ocorreram em mulheres e dezesseis em homens, tendo uma maior incidência na faixa etária de 61 a 80 anos (33,3%). O tratamento de escolha consistiu na completa excisão cirúrgica com excelente prognóstico.

 

 

Palavras-chave: Lipoma. Neoplasias bucais. Terapêutica.