A Terapia Gramatical-Desconstrucionista como Atitude de Pesquisa (Historiográfica) em Educação (Matemática)

Antonio Miguel

Resumo


Partindo da polêmica metodológica que se estabeleceu, a partir da crítica desconstrucionista feita por Jaques Derrida ao livro A história da Loucura de Michel Foucault, no início da década de 1960, temos como propósito, neste artigo, caracterizar o que temos denominado “terapia gramatical desconstrucionista” como uma atitude pós-estruturalista de investigação acadêmica no campo da (historiografia da) educação (matemática), mas cujo domínio de aplicação pode, pensamos, se estender à Educação, às Artes ou, mais amplamente, às Humanidades. Essa atitude tem como principais referências os trabalhos de dois destacados filósofos do século XX: Ludwig Wittgenstein e Jacques Derrida.

Palavras-chave


Metodologia da Pesquisa; Educação; Educação Matemática; Terapia Gramatical Desconstrucionista; Ludwig Wittgenstein; Jacques Derrida.

Texto completo:

607-647

Referências


CORRÊA, Júlio Faria. He war. Tese de Doutorado. Campinas, SP: Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, 2015.

CULLER, J. Sobre a Desconstrução: teoria e crítica do pós-estruturalismo. Rio de Janeiro. Record: Rosa dos Tempos, 1997.

DERRIDA, Jacques. Introduction (et traduction) à L’origine de la géométrie de E. Husserl. PUF, 1962.

DERRIDA, Jacques. Cogito et histoire. In: L’Ecriture et la Difference (J. Derrida, ed.), pp. 51-97, Paris: Seuil, 1967.

DERRIDA, Jacques. “Mochlos; or, The Conflict of the Faculties”. (Translated by Richard Rand and Amy Wygant), 1980. http://la.utexas.edu/users/hcleaver/330T/350kPEEDerridaOnKantNarrow.pdf

DERRIDA, Jacques. La dissémination. Paris, Seuil, 1972. Tradução para o inglês: Dissemination. Chicado: University of Chicago Press, 1982.

DERRIDA, Jacques. Assinatura Acontecimento Contexto. In: Margens da Filosofia. Campinas: Papirus, 1991.

DERRIDA, Jacques. Gramatologia. Tradução Miriam Chnaiderman e Renato Janine Ribeiro. São Paulo: Perspectiva, 2008.

DERRIDA, Jacques. A escritura e a diferença. Tradução Maria Beatriz Marques Nizza da Silva, Pedro Leite Lopes e Pérola de Carvalho. 4ª. ed. São Paulo: Perspectiva, 2009.

DESCARTES, René. Méditations métaphysiques. PhiloSophie,1641/2010. Acesso:

http://www.ac-grenoble.fr/PhiloSophie/file/descartes_meditations.pdf

DESCARTES, René. Meditações metafísicas. 2ª. Edição. Trad. Maria Ermantina de Almeida Prado. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

DOSSE, François. História do estruturalismo: o campo do signo (1945/1966). Volume 1. Tradução de Álvaro Cabral. Bauru, SP: Edusc, 2007a.

DOSSE, François. História do estruturalismo: o canto do cisne. (de 1967 a nossos dias). Volume II. Tradução de Álvaro Cabral. Bauru, SP: Edusc, 2007b.

FARIAS, Kátia S. C. dos Santos. Práticas mobilizadoras de cultura aritmética na formação de professores da Escola Normal da Província do Rio de Janeiro (1868-1889): ouvindo fantasmas imperiais. Tese de Doutorado. Antonio Miguel (Orientador). Campinas, SP: Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, 2014.

FOUCAULT, Michel. Folie et Déraison. Histoire de la Folie à l’âge Classique. Paris: Plon, 1961.

FOUCAULT, Michel. Folie et Déraison. Histoire de la Folie à l’âge Classique. Paris: Gallimard, 1972.

FOUCAULT, Michel. História da Loucura na Idade Clássica. Tradução: José Teixeira Coelho Netto. São Paulo, SP: Editora Perspectiva S.A, 1978.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da Sociedade: curso no Collège de France (1975-1976). Tradução: Maria Ermantina Galvão. Martins Fontes, São Paulo, 1999.

FOUCAULT, Michel. Problematização do sujeito: psicologia, psicanálise/Michel Foucault; organização e seleção de textos, Manoel Barros da Motta; tradução de Vera Lúcia Avellar Ribeiro. – 3ª. Ed. – Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

FRAZER, James George. The Golden Bough. New York: Macmillan/St. Martin’s Press, 1936/1966.

GEBAUER, Gunter. O pensamento antropológico de Wittgenstein. São Paulo: Edições Loyola, 2013.

JESUS, Francis R. Indisciplina e Transgressão na escola. Tese de Doutorado. Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas, 2015.

KANT, Immanuel. The conflict of faculties. New York: Abaris Books, Inc., 1979.

MARIM, Márcia M. B. AM[OU]:um estudo terapêutico-desconstrucionista de uma paixão. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Educação. Universidade Estadual de Campinas, 2014.

MIGUEL, Antonio; VILELA, Denise S.; MOURA, Anna Regina L. de. Desconstruindo a matemática escolar sob uma perspectiva pós-metafísica de educação. Zetetiké, Campinas, v. 18, número temático, p. 129-206, 2010.

MIGUEL, Antonio. Vidas de professores de matemática: o doce e o dócil do adoecimento. In: GOMES, M. L. M.; TEIXEIRA, I. A. C.; AUAREK, W. A.; PAULA, M. J. (Orgs.). Viver e Contar: experiências e práticas de professores de Matemática. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2011, p. 271-309.

MIGUEL, Antonio. Posfácio ao livro Usos e jogos de linguagem na matemática: diálogo entre Filosofia e Educação Matemática. In: VILELA, Denise Silva. São Paulo (SP): Editora Livraria da Física, Coleção contextos da ciência, pp. 319-348, 2013.

MIGUEL, Antonio. O que dizem os estudos já elaborados sobre a emergência da história da educação matemática no Brasil? In: VALENTE, Wagner Rodrigues (Org.) História da educação Matemática no Brasil: problemáticas de pesquisa, fontes, referências teórico-metodológicas e histórias elaboradas. São Paulo (SP): Editora Livraria da Física, pp. 30-45, 2014a.

MIGUEL, Antonio. Is the mathematics education a problem for the school or is the school a problem for the mathematics education? RIPEM V.4, N.2, 2014b.

MIGUEL, Antonio. Historiografia e terapia na cidade da linguagem de Wittgenstein. Bolema: Boletim de Educação Matemática, no prelo, 2015a.

MIGUEL, Antonio; SILVA, Lilian L. M.; MOURA, Anna Regina L.; FERREIRA, Norma S. A. Prova campinas 2010: entre usos alegóricos e normativos de linguagem. Zetetiké. Número Temático “Educação, Matemática e Artes, 2015.

MIGUEL, Antonio. Exercícios terapêuticos nas vizinhanças dos infinitos. In: .... São Paulo (SP): Livraria da Física, no prelo, 2015c.

MIGUEL, Antonio. Exercícios descolonizadores a título de prefácio: isto não é um prefácio... E nem um título! In: FARIA, Ana Lúcia Goulart et al. (Orgs.), Infâncias e pós-colonialismo: pesquisa em busca de pedagogias descolonizadoras. Campinas, SP: Edições Leitura Crítica, 2015d. ISBN - 978-85-64440-27-2.

MIGUEL, Fernanda V. Investigações literárias: terapias e encenações do feminino. Tese de Doutorado. Graciela Inés Ravetti de Goméz (Orientadora). Belo Horizonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, 2015.

MIGUEL, Fernanda Valim Côrtes; MIGUEL, Antonio. “Uma terapia do noturno a partir do War Requiem de Derek Jarman”. Aletria, Belo Horizonte, v.25, n.1, p. 189-207, 2015, eISSN: 2317-2096. DOI: 10.17851/2317.2096.25.1.189 207.

http://periodicos.letras.ufmg.br/index.php/aletria/article/view/8249/8282

MOURA, Anna R. L., MIGUEL, Antonio, SILVA, Lilian L. M.; FERREIRA, Norma S. A. Prova Campinas 2008: uma avaliação das práticas escolares em língua portuguesa e matemática nos anos iniciais da Rede Municipal Escolar de Campinas. e-Book. Campinas, SP: FE/UNICAMP: Prefeitura Municipal de Campinas. Secretaria da Educação, 2015a. Acesso: educacaconectada@campinas.sp.gov.br

MOURA, Anna R. L., MIGUEL, Antonio, SILVA, Lilian L. M.; FERREIRA, Norma S. A. Prova Campinas 2010: um modo indisciplinar de avaliar as práticas escolares nos anos iniciais da rede municipal escolar de Campinas. e-Book. Campinas, SP: FE/UNICAMP: Prefeitura Municipal de Campinas. Secretaria da Educação, 2015b. Acesso: educacaconectada@campinas.sp.gov.br

PEREIRA NETO, André de Faria. Foucault, Derrida e a História da Loucura: notas sobre uma polêmica. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 14(3):637-641, jul.-set, 1998.

RORTY, Richard. Wittgenstein e a virada linguística. Trad. Paulo Ghiraldelli Jr. CEFA: Centro de Estudos em Filosofia Americana, s/d.

SONTAG, Susan. Against Interpretation and other essays. New York: Picador, 1966.

VILELA, Denise Silva. Usos e jogos de linguagem na matemática: diálogo entre Filosofia e Educação Matemática São Paulo (SP): Editora Livraria da Física, 2013.

WITTGENSTEIN, Ludwig. [Philosophische Untersuchungen. English]. Philosophical investigations / Ludwig Wittgenstein; translated by G.E.M. Anscombe, P.M.S. Hacker, and Joachim Schulte. — Rev. 4th. ed. / by P.M.S. Hacker and Joachim Schulte.UK: Blackwell Publishing Ltd., 2009.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Investigações filosóficas. Trad. José Carlos Bruni. São Paulo: Nova Cultural, 1979.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Observações sobre o Ramo de ouro de Frazer. Trad. e notas comentadas de João José R. L. Almeida. Suplemento da Revista Digital Ad Verbum 2 (2): Jul. a Dez. 2007: pp. 186-231. Acesso: http://www.psicanaliseefilosofia.com.br/adverbum/revistaadverbum.html.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Da certeza. Trad. Maria Elisa Costa. Introdução de Sérgio Miranda. Lisboa: Edições 70, 2012.

WULF, Christoph. Homo Pictor: imaginação, ritual e aprendizado mimético no mundo globalizado. Tradução e Prefácio por Vinicius Spricigo. São Paulo: Hedra, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License

INDEXADORES

      Resultado de imagem para latindex indexador