A EDUCAÇÃO NO CONTEXTO DE FRONTEIRA: O PAPEL E OS DESAFIOS DO MERCOSUL

  • LEONARDO KAZUO SERIKAWA Organização dos Estados Iberoamericanos para a Educação, Ciência e Cultura

Resumo

Este artigo discute a relevância e os desafios do MERCOSUL na fronteira partindo de duas hipóteses: a necessidade de se debater as questões de fronteira a partir de uma lógica internacional, em razão do potencial dos blocos regionais para transformar essas zonas em espaços de cooperação e sinergia entre os países, e o entendimento de que esse espaço é um lugar de tensão e conflito, onde as identidades nacionais se reforçam e as rivalidades se manifestam. A conclusão do artigo é que os territórios lindeiros continuam ainda a ser negligenciados dentro das macropolíticas públicas nacionais.

Biografia do Autor

LEONARDO KAZUO SERIKAWA, Organização dos Estados Iberoamericanos para a Educação, Ciência e Cultura
Mestre em Cooperação Internacional e Desenvolvimento pelo Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da Universidade de Brasília (CEAM/UnB). É Pesquisador Tecnologista do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e atual Coordenador de Desenvolvimento de Cooperação Técnica da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI). Foi Coordenador do Núcleo de Américas Multilateral da Assessoria Internacional do Ministério da Educação do Brasil.
Publicado
2016-12-11
Seção
Dossiê: Educação e Cooperação nas Fronteiras Brasileiras