CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA: UM ‘NOVO’ OLHAR SOBRE UMA TEORIZAÇÃO

  • Darlysson Wesley da Silva
  • João Ricardo Viola dos Santos
Palavras-chave: Professor de Matemática. Práticas Docentes. Conhecimentos Específicos do Professor de Matemática.

Resumo

Neste artigo apresentamos uma primeira problematização dos Domínios do Conhecimento de Ball et al (2008). Nesta, discutimos outro modo de ler os Domínios do Conhecimento Matemático para o Ensino, ao qual denominamos como Conhecimentos Específicos do Professor de Matemática. Apresentamos alguns resultados parciais de nossa pesquisa de mestrado para exemplificar nossas discussões em relação à problematização. Nossa principal consideração é que os Domínios do Conhecimento Matemático para o Ensino não são tratados como estáticos e não se apresentam de formas individuais em situações em que se discutem aspectos da prática profissional de professores de matemática. Tais domínios emergem de uma maneira unificada e entrelaçada, de maneira que quando um domínio emerge e/ou é mobilizado outros também emergem e/ou são mobilizados. 

Biografia do Autor

Darlysson Wesley da Silva

Aluno de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

 

João Ricardo Viola dos Santos

Professor Doutor do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Referências

BALL, Deborah. Loewenberg; BASS, Hyman. Toward practice-based theory of mathematical knowledge for teaching. In: B. Davis.; E. Smith (Eds). Proceedings of the 2002 Annual Meeting of the Canadian Mathematics Education Study Group, Edmonton, 2003. Edmonton. Proceedings… Edmonton: CMESG/GCEDM, 2003, p. 3-14.

BALL, Deborah Loewenberg; THAMES, Mark Hoover; PHELPS, Geoffrey. Content Knowledge for Teaching: What make it special? Journal of Teacher Education, v. 59, n. 5, p. 389-407, 2008.

GARNICA, Antonio Vicente Marafioti. Pesquisa qualitativa e Educação (Matemática): de regulações, regulamentos, tempos e depoimentos. Mimesis, Bauru, v. 22, n. 1, p. 35-48, 2001.

LINS, Rômulo Campos. Por que discutir Teoria do Conhecimento é relevante para a Educação Matemática. In: BICUDO, M. A. V. (Org.). Pesquisa em Educação Matemática: Concepções e Perspectivas. Rio Claro: Editora UNESP, 1999. p. 75 – 94.

LINS, Rômulo Campos. Modelo dos Campo Semânticos e Educação Matemática: 20 anos de história. Org. Claudia Laus Angelo [et al.]. São Paulo: Midiograf, 2012

MA, Liping. Saber e Ensinar Matemática Elementar. Lisboa: Gradiva, 2009.

ROWLAND, Tim. Researching teachers' mathematics disciplinary knowledge. In P. Sullivan and T. Wood (Eds.) International handbook of mathematics teacher education: vol.1. Knowledge and beliefs in mathematics teaching and teaching development. Rotterdam: Sense Publishers, p. 273-298, 2008.

SHULMAN, Lee.S. (1986). Those who understand: knowledge Growth. Teaching Educational Research, v.15, n.2, p.4-14.

SHULMAN, Lee.S. (1987) Knowledge and teaching: foundations of the new reform. Harvard Educational Review, v.57, n.1, p.1-22.

VIOLA DOS SANTOS, J. R. O que alunos da escola básica mostram saber por meio de sua produção escrita em matemática. 2007. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

VIOLA dos SANTOS, João Ricardo, BURIASCO, Regina Luzia Corio, CIANI, Andréia Büttner. A Avaliação como Prática de Investigação e Análise da Produção Escrita em Matemática. Revista de Educação (PUCCAMP), v.25, p.35 - 45, 2008.