A INTERAÇÃO NA MODALIDADE EaD: ANÁLISE DE UM CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

  • Frederico Fonseca Fernandes
  • Suely Scherer
Palavras-chave: Construcionismo. Tecnologias Digitais. Educação a Distância.

Resumo

Este artigo apresenta parte da análise de uma pesquisa desenvolvida no Programa de Mestrado em Educação Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. O objetivo da pesquisa é analisar os processos de interação entre sujeitos propostos na formação inicial de professores de matemática, na modalidade de Educação a Distância, em duas instituições públicas de ensino superior, na perspectiva do “estar junto virtual”, segundo estudos de Valente. Neste artigo apresentamos os dados referentes a uma das instituições, em relação a processos de interação no ambiente virtual. A partir dos dados da pesquisa e orientados pelo referencial teórico anunciado, identificou-se características de interação entre os sujeitos, segundo o modelo de interação “virtualização da escola tradicional”, em um dos cursos.

Referências

IF. Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática.

Modalidade de Educação a Distância. Juazeiro do Norte, 2012.

MOORE, M. G. Theory of transactional distance. In: KEEGAN, D. (Org.). Theoretical Principles of Distance Education. New York: Routledge, 1993. p. 22-38.

PETERS, O. A educação a distância em transição. São Leopoldo: UNISINOS, 2009.

TORI, R. Educação sem distância: as tecnologias interativas na redução de distâncias em ensino e aprendizagem. São Paulo: Senac, São Paulo, 2010.

VALENTE, J. A. Espiral da espiral de aprendizagem: o processo de compreensão do papel das tecnologias de informação e comunicação na educação, Campinas, 2005. Tese (Livre- Docência), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP.

VALENTE, J. A. Diferentes abordagens de Educação a Distância. Artigo Coleção Série Informática na Educação – TV Escola, 1999.