A CONSTRUÇÃO DE TAREFAS DE ANÁLISE DA PRODUÇÃO ESCRITA DE PROFESSORES PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁT

IARA SOUZA DONEZE, JADER OTAVIO DALTO

Resumo


Partindo da Análise da Produção Escrita em Matemática como Estratégia de Ensino a qual foi proposta por Santos (2014) em sua tese de doutorado, este trabalho faz parte de uma pesquisa de mestrado que se encontra em desenvolvimento no Programa de Mestrado Profissional de Ensino de Matemática da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Londrina.  Inspirado nos estudos de Santos (2014) esta pesquisa parte de um curso de extensão intitulado “Tarefas de Análise da Produção Escrita como oportunidade de ensino e aprendizagem” o qual teve como objetivo apresentar a docentes e discentes de matemática a Análise da Produção Escrita como Estratégia de Ensino assim como a elaboração de Tarefas nas quais produções escritas de alunos são o centro de sua elaboração e resolução. Indo além, esta pesquisa tem como objetivo analisar e discutir todo o processo de construção de Tarefas de Análise da Produção Escrita de Professores para o ensino de Matemática bem como analisar as tarefas elaboradas por eles e refletir sobre sua aplicação.


Palavras-chave


Educação Matemática; Análise da Produção Escrita em Matemática; Curso de Extensão; Tarefas de Análise da Produção Escrita

Texto completo:

76-86

Referências


BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto, 1994.

CARDOSO, M. A. Análise Da Produção Escrita Em Matemática: Quatro Histórias Da Construção De Uma Proposta De Ensino Para A Educação De Jovens E Adulto. 2017. 106 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Matemática) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2017.

CIANI, A. B. O realístico em questões não-rotineiras de matemática. 2011. 166f. Tese (Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina. 2012.

AUTOR (2007)

FERREIRA, P. E. A.; BURIASCO. R. L. C. Enunciados de Tarefas de Matemática Baseados na Perspectiva da Educação Matemática Realística. Rio Claro, Bolema, v. 29, n. 52, p. 452-472, 2015.

GAFANHOTO, A. P.; CANAVARRO, A. P. A adaptação das tarefas matemáticas: como promover o uso de múltiplas representações. Práticas de Ensino da

Matemática, p. 121 -134, 2012.

Moraes, R. (2003). Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência & Educação. Bauru: faculdade de Ciências, 9(2), pp. 191-211.

NAGY-SILVA, M. C. Do Observável ao Oculto: um estudo da produção escrita de alunos da 4ª série em questões de matemática. 2005. 114 p. Londrina. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Departamento de Matemática.. Universidade Estadual de Londrina, 2006.

PIRES, M. N. M. Oportunidade para aprender: uma prática da reinvenção guiada na prova em fases. 2013.122 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e educação matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2013.

Ponte, J. P. (2005). Gestão Curricular em Matemática. In GTI (Ed.), O professor e o Desenvolvimento Curricular (pp. 11-34). Lisboa: APM.

PONTE, J. P. da. Tarefas no ensino e na aprendizagem da Matemática. PONTE, J. P. da (Org.). Práticas Profissionais dos Professores de Matemática. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2014. p.13-27.

SMITH, M.S; STEIN, M.H. Selecting and Creating Matemathical Tasks: From Research to Practice. Mathematics Teaching in the Middle School, vol 3, n.05, 1998, p. 344-350.

STEIN, M.H.; SMITH, M.S. Tarefas matemáticas como quadro para reflexão.

Educação e Matemática, n.105, 2009, p. 22-28.

VIOLA DOS SANTOS, J. R. O que alunos da escola básica mostram saber por meio de sua produção escrita em matemática. 2007. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

AUTOR (2012).

WATSON, A.et al. Task Design in Mathematics Education. MARGOLINAS, C et al. (Eds.). Proceedings of the ICMI Study 22, Oxford, UK, Oxford: ICMI, 2013, p. 9-16.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.