Da Educação Especial à Educação Inclusiva: aspectos de uma pesquisa sobre a formação de professores visando à educação matemática inclusiva

  • Fernanda Malinosky C. da Rosa Doutoranda em Educação Matemática – UNESP/ Rio Claro
  • Ivete Maria Baraldi Docente do Departamento de Matemática – Faculdade de Ciências – UNESP – Bauru. Docente e orientadora nos Programas de Pós Graduação em Educação Matemática (PPGEM – UNESP – Rio Claro) e Educação para Ciências (PPGEC – UNESP – Bauru).

Resumo

Neste artigo apresentamos alguns aspectos históricos sobre a formação de professores (de Matemática) para a educação inclusiva, discutindo o tema a partir da pesquisa de Rosa (2013), que teve por finalidade elaborar uma compreensão da forma como os professores se aproximam da educação inclusiva (de alunos com deficiência visual) e a percebem em seu processo de formação. Com a intenção de colaborarmos com uma discussão acerca da história da educação matemática (inclusiva), descrevemos como percebemos o caminho percorrido para se chegar a uma ideia de inclusão, em termos educacionais. Ao nos debruçarmos sobre os memoriais produzidos, conseguimos perceber, em termos de políticas públicas, as modificações e as permanências no que diz respeito à inclusão de pessoas com deficiência na sociedade e, de modo particular, nas escolas regulares, bem como tem se dado a formação de professores para atender às exigências (im)postas.

Referências

ALBUQUERQUE JÚNIOR, Durval Muniz de. História: a arte de inventar o passado. Bauru, SP: EDUSC, 2007.

BRASIL. Declaração de Salamanca e Linha de Ação sobre necessidades Educativas Especiais. Brasília: CORDE, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. [Online] Brasília, DF: MEC/SEF, 1996.

BRASIL. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC, 2008.

DAMASCENO, Allan Rocha. A formação dos professores e os desafios para a educação inclusiva: as experiências da escola Municipal Leônidas Sobrino Pôrto. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação, Universidade Federal Fluminense, 2006.

GLAT, Rosana; NOGUEIRA, Mario Lúcio de Lima. Políticas Educacionais e a Formação de Professores para a Educação Inclusiva no Brasil. Integração, Brasília, DF: v. 24, ano 14, p. 22-27, 2002.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. A educação especial no Brasil: da exclusão à inclusão escolar. São Paulo, 2002. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 2012.

MAZZOTTA, Marcos José Silveira. Educação Especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 1996.

ROSA, Fernanda Malinosky Coelho da. Professores de Matemática e a Educação Inclusiva: análises de memoriais de formação, 182f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro (SP), 2013.

XAVIER, Silvia Cristina; OLIVEIRA, Vera Lucia Leite. Deficiência com eficiência: do direito da pessoa portadora de deficiência. São Paulo: OAB, 2006

Publicado
2022-01-06
Como Citar
Rosa, F. M. C. da, & Baraldi, I. M. (2022). Da Educação Especial à Educação Inclusiva: aspectos de uma pesquisa sobre a formação de professores visando à educação matemática inclusiva . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 136-145. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15115
Seção
Mesas redondas - submetidas