A aritmética nas diretivas oficiais para a Escola Normal de São Paulo na década de 1920

Jefferson dos Santos Ferreira

Resumo


Neste trabalho tomou-se como objetivo analisar a aritmética como saber profissional do professor que ensina matemática, em seu processo de formação na Escola Normal de São Paulo na década de 1920, que foi marcada por cinco reformas importantes da Instrução Pública do estado de São Paulo. Assim, para tratar dos saberes profissionais do professor o texto de Hofstetter e Shneuwly (2017) foi tomado como referencial teórico-metodológico. Como fontes de pesquisa foram utilizadas as leis e decretos que foram responsáveis por reformar dentre outras coisas, o ensino normal paulista, e o programa da cadeira de didática da Escola Normal de São Paulo de 1916. A análise da legislação permitiu constatar que nas escolas normas paulistas a aritmética deveria ser ensinada no 1º ano, com variações do número de aulas e por meio do ensino ativo, já analise do programa, revelou a presença de saberes para ensinar aritmética intuitivamente.

Texto completo:

PDF

Referências


Carvalho, M. M. C. (2000). Modernidade pedagógica e modelos de formação docente. São Paulo em perspectiva, 14 (1), 111-120.

Hofstetter, R. & Shneuwly, B. (2017). Saberes: um tema central para as profissões do ensino e da formação, In R Hofstetter & W. R Valente (Orgs), Saberes em (trans)formação: um tema central da formação de professores (pp. 113-172). São Paulo: Livraria da Física.

São Paulo (1920). Lei nº 1.750, de 8 de dezembro de 1920. Reforma a Instrução Pública do Estado. Diário oficial do Estado de São Paulo, São Paulo.

São Paulo (1921). Decreto nº 3.356, de 31 de maio de 1921. Regulamenta a Lei nº 1.750, de 8 de dezembro de 1920, que reforma a Instrução Pública. Diário oficial do Estado de São Paulo, São Paulo.

São Paulo (1925). Decreto nº 3.858, de 11 de junho de 1925. Reforma a Instrução Pública. Diário oficial do Estado de São Paulo, São Paulo.

São Paulo (1926). Decreto nº 4.101, de 14 de setembro de 1926. Regulamenta a lei n. 2.095, de 24 de Dezembro de 1925, que, aprovando, com modificações, o Decreto n. 3858, de 11 de junho de 1925, reforma a Instrução Pública do Estado. Diário oficial do Estado de São Paulo, São Paulo.

São Paulo (1927). Lei nº 2.269, de 31 de dezembro de 1927. Reforma a Instrução Pública do Estado. Diário oficial do Estado de São Paulo, São Paulo.

Silva, M. R I. S. (2017). A Matemática para a formação do professor do curso primário: a aritmética como um saber profissional (1920-1960). Tese de Doutorado em Ciências. Guarulhos: Universidade Federal de São Paulo.

Strang. G. (1926). Programa da cadeira de didática para ser executado durante o ano de 1926. São Paulo: Escola Normal da Capital. Retirado em 12 de julho, 2018, de https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/188033

Teive, G. M. G (2014). Pedagogia moderna no Brasil: primeiras discussões e experiências práticas (final do século XIX – início do século XX). Revista Mexicana de História de la Educación, 2 (4), 153-172.

Valente, W. R. (2012). O que é número? Intuição versus tradição na História da Educação Matemática. Revista Brasileira de História da Matemática, 12 (24), 21-36.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.