Construindo o Fundo Documental “A Matemática nos Exames de Admissão no Gymnasio Pelotense”

  • Mélany Silva dos Santos Universidade Federal de Pelotas
  • Diogo Franco Rios Universidade Federal de Pelotas

Resumo

O referido trabalho apresenta parte de uma pesquisa de mestrado que está vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, da Universidade Federal de Pelotas. Aqui especificamente será discutido uma das etapas do desenvolvimento da pesquisa, que foi a construção de um inventário, a elaboração do Fundo Documental “A Matemática nos Exames de Admissão no Gymnasio Pelotense”, de uma importante instituição escolar da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, fundada em 1902. A pesquisa se utilizou do acervo do Museu do Colégio Municipal Pelotense. Será apresentada as tarefas realizadas de localização, identificação, organização, catalogação, digitalização e construção das fichas catalográficas do material referente à matemática nos exames de admissão no Gymnasio Pelotense, bem como a organização do Fundo e a classificação em três categorias: administrativo, pedagógico e matemática, e a disponibilização desse arquivo histórico.

Referências

Amaral, G. L. (2014). Museu do Colégio Municipal Pelotense: um espaço para a pesquisa, o ensino e a extensão (2004-2014). Pelotas: Educat.

Costa, E. P. (2006). Princípios Básicos da Museologia. Curitiba: Coordenação do Sistema Estadual de Museus / Secretaria de Estado e Cultura.

Isad(G). (2002). Norma Geral Internacional de Descrição Arquivística. Rio de Janeiro: Conselho Internacional de Arquivos. Arquivo do Estado.

Menezes, M. C. (2011). Descrever os documentos - construir o inventário - preservar a cultura material escolar. Dossiê: Arquivos, objetos e memórias educativas: práticas de inventário e de museologia. Revista Brasileira de História da Educação, 1, 93-116.

Moraes, C. S., Calsavara, T. S., Righi, D., & Santos, L. E. (2011). Inventário de Fontes das Escolas Dirigidas pelo Educador Anarquista João Penteado (1912-1961): dimensão pedagógica e contribuição para a história da relação trabalho e educação no Brasil. Revista Brasileira de História da Educação, 11, 117-142.

Rios, D. F. (2015). Educação Matemática no Rio Grande do Sul: instituições, personagens e práticas entre 1890 e 1970. Projeto de Pesquisa. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas.

Schwanz, J. K. (2014). Museu do Colégio Municipal Pelotense: um espaço de salvaguarda da memória da educação em Pelotas/RS. In G. L. Amaral (Org.). Museu do Colégio Municipal Pelotense: um espaço para a pesquisa o ensino e a extensão 2004- 2014. Pelotas: Educat.

Speranza, C. G. (2017). Acervo do Colégio Pelotense- higienização, organização e pesquisa. Projeto de Pesquisa. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas.

Vidal, D. G. (2005). Cultura e prática escolares: uma reflexão sobre documentos e arquivos escolares, In R. F. Souza & V. T. Valdemarin (Orgs.), A cultura escolar em debate: questões conceituais, metodológicas e desafios para a pesquisa (pp. 3-30). Campinas: Autores Associados.

Publicado
2019-04-24
Seção
Sessões Coordenadas