A INFLUÊNCIA DOS ESTUDOS CULTURAIS PARA A CONSTRUÇÃO DOS diferentes olhares e saberes sobre os povos indígenas

Antonio Hilario Aguilera Urquiza, Valéria Aparecida Mendonça de Oliveira Calderoni

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar a constituição, a trajetória, o pensamento e a influência dos Estudos Culturais para compreensão das emergentes formações culturais e sociais, tais como de classe, gênero, raça, etnia, entre outras constituições contemporâneas.

Ao referirmos as ideias de um campo de saber pretendemos focalizar diretamente essa conexão dos Estudos Culturais para o entendimento de nossa relações e representações sobre a identidade dos povos indígenas. A inserção desse campo de saber permite-nos definir contornos, pressupostos e deslocamentos epistêmicos a respeito desses povos. Consideramos relevante discutir o(s) paradigma(s) a partir do(s) qual(is) esse campo se desenvolve; bem como sua contribuição para a construção dos diferentes olhares e saberes sobre os povos indígenas.

Texto completo:

PDF

Referências


BHABHA, H. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

BONIN, Iara Tatiana. E por falar em povos indígenas...: quais narrativas contam em práticas pedagógicas? Porto Alegre, UFRGS, (Tese de Doutorado), 2007.

BRAND, Antonio, J. Os acadêmicos indígenas e as lutas por autonomia de seus povos. In: SEMERARO, Giovanni [et. al]( Orgs). Gramsci e os movimentos populares. Niterói: UF, 2011. p. 201-214.

CALDERONI, Valéria, A. M. O. Nas tramas da igualdade e da diferença frente a alteridade dos alunos indígenas. Dissertação de Mestrado. UCDB, Campo Grande, 2010.

COSTA, Marisa V.; SILVEIRA, Rosa. H. and SOMMER, Luis. H. Estudos culturais, educação e pedagogia. Revista. Brasileira. Educ. [online]. 2003, n.23, pp. 36-61. ISSN 1413-2478.

COUTO, MIA. As confissões da leoa. São Paulo: Companhia das letras, 2012.

DAUDER. Silvia Garcia; BACHILLER, Carmem Romero. Rompendo viejos dualismo de la (in) possibilidades de la articulacion. Athenea Digital, n2, out, 2002.

ESTEBAN, Maria Teresa. Destruição e diálogo no cotidiano escolar. In: Afinal onde esta a escola? 2009, n 187.

FLEURI, Reinaldo Matias; SOUZA, Maria Izabel Porto de Souza. Entre limites e limiares de culturas: educação na perspectiva intercultural. XI ENDIPE: Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino – Igualdade e Diversidade na Educação. 26 a 29 de maio, 2005 – Goiânia/GO. Publicado em CD Room.

GORE, Jennifer. M Foucault e Educação: Fascinantes Desafios. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.) O Sujeito da Educação: Estudos foucaultianos. Petrópolis: Vozes, 1994.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação e Realidade, Porto Alegre, v.22, n. 2, p.15-46, jul./dez.1997.

_______. Quem precisa da identidade. In SILVA, T.T.; HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn. Org. Identidade e diferença. A perspectiva dos Estudos Culturais. 6º ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

OLIVEIRA, Terezinha, Silva. Olhares que fazem a "diferença": o índio em livros didáticos e outros artefatos culturais. Revista Brasileira de Educação. Jan/Fev/Mar/Abr 2003 Nº 22.

SILVA, Tomás. T. A produção social da identidade e da diferença. In: SILVA, T.T.; HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn (org). Identidade e diferença. A perspectiva dos Estudos Culturais. 6º ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

SKLIAR, Carlos. Pedagogia (improvavél) da diferença: e se o outro não estivesse ai? Rio de Janeiro: D&A, 2003.

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, T.T.; HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn (org). Identidade e diferença. A perspectiva dos Estudos Culturais. 6º ed. Petrópolis: Vozes, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Quantidade de visitas ao site dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS:
 
counter free

 

Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS estão indexados em:

DiadorimGoogle AcadêmicoSumariosResultado de imagem para capesOASISBR

Somos um periódico da:

UFMS

 

ISSN 1984-7785                                            necccadernos@gmail.com