A CASCA E A FRUTA DO PÓS-COLONIALISMO PORTUGUÊS: algumas armadilhas do Lusotropicalismo

Roberto Vecchi

Resumo


A metáfora crucial do Dom Casmurro de Machado de Assis, da casca e da fruta (das duas Capitú, de que uma estava dentro da outra) serve para delinear não só o processo que estrutura uma linha crítica do pós-colonialismo português, mas também a dinâmica própria que o caracterizaria. Trata-se de uma das muitas possíveis reconstruções, dentro de um quadro de vozes, rico e bastante ativo, mas as conexões que a articulam, reagindo uma com a outra, sobretudo pelo valor de referência que possuem, merecem um relevo à parte.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Miguel Vale de (2000) Um mar da cor da terra. Raça, cultura e política da identidade. Oeiras: Celta editora.

CASTELO, Cláudia (1999) “O modo português de estar no mundo”. O luso-tropicalismo e a ideologia colonial portuguesa (1933-1961). Porto: Afrontamento.

FERREIRA, Ana Paula (2007) “Specificity without Exceptionalism: Towards a Critical Lusophone Postcoloniality”, in Postcolonial Theory and Lusophone Literatures (Paulo de Medeiros ed.), Utrecht, 1, pp. 21-40.

HARAWAY, Donna (1988) “Situated Knowledges: The Science Question in Feminism and the Privilege of Partial Perspective”, in Feminist Studies, 14, 3, pp. 575-599

LOURENÇO, Eduardo (1992) “Psicanálise mítica do destino português”, in O Labirinto da saudade. Psicanálise mítica do destino português. Lisboa: Dom Quixote, 5ª ed. pp.17-64.

RIBEIRO, Margarida Calafate (2004) Uma história de regressos. Império, Guerra Colonial e Pós-colonialismo. Porto: Afrontamento.

SANTOS, Boaventura de Sousa, (1992) “Onze teses por ocasião de mais uma descoberta de Portugal”, in Pela mão de Alice. O social e o político na pós-modernidade. Porto: Afrontamento, pp.49-67.

SANTOS, Boaventura de Sousa, (2006) “Entre Próspero e Caliban. Colonialismo, Pós-colonialismo e Inter-identidade”, in A gramática do tempo. Para uma nova cultura política. Porto: Afrontamento, pp.227-276.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Quantidade de visitas ao site dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS:
 
counter free

 

Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS estão indexados em:

DiadorimGoogle AcadêmicoSumariosResultado de imagem para capesOASISBR

Somos um periódico da:

UFMS

 

ISSN 1984-7785                                            necccadernos@gmail.com