Imagem para capa

A TEORIA viva

Ivete Walty

Resumo


Em seu memorial escrito para o concurso de professor titular da Faculdade de Letras da UFMG, hoje publicado no livro Tempo de pós-crítica (2007), Eneida Maria de Souza usa como epígrafe do capítulo ora intitulado “Quem tem medo da teoria?” uma citação de Goethe: “Cinzenta é toda teoria e verde a árvore esplêndida da vida”. Sem ceder à possível dicotomia indiciada no excerto, a autora, reescrevendo sua trajetória acadêmica, postula: “A cor cinza sempre esteve ao lado da verde, embora lutassem constantemente entre si, no jogo infinito de ausência e presença do vivido.”(SOUZA, 2007, p. 40)


Texto completo:

PDF

Referências


BROWN, Norman. Vida contra morte: o sentido psicanalítico da história. Trad. Nathanael Caixeiro. Rio de Janeiro: Vozes, 1972.

COELHO, Eduardo Prado. Introdução a um pensamento cruel: estruturas, estruturalidade e estruturalismos. In: DERRIDA; FOUCAULT et al. Estruturalismo: antologia de textos teóricos. Trad. Eduardo Prado Coelho et al. Lisboa: Portugália, S/D.

COSTA LIMA, Luiz. Os discursos de re-presentação. In: Estruturalismo e teoria da literatura. Petropólis: Vozes, 1973, p.395-419.

DELEUZE, Gilles. Lógica do sentido. Trad. Luiz Roberto Salinas Fortes. São Paulo: Perspectiva, 1975.

DERRIDA, Jacques. O fim do livro e o começo da escritura. In: Gramatologia. Trad. Miriam Schnaiderman e Renato Janini Ribeiro. São Paulo: Perspectiva, 1973, p. 7-32.

DERRIDA, Jacques. A estrutura, o signo e o jogo no discurso das ciências humanas. In: A escritura e a diferença. Trad. Maria Beatriz M. Nizza da Silva. São Paulo: Perspectiva, 1967, p. 229-249.

DERRIDA, Jacques. La pharmacie de Platon. Paris: Seuil, 1972.

DOURADO, Autran. O risco do bordado. São Paulo: Expressão e Cultura, 1970.

DRUMMOND, Roberto. Izabel numa 5a. Feira. In: A morte de D.J. em Paris. São Paulo: Ática, 1975, p. 27-31.

FERRO, Marc. História das colonizações : das conquistas às independências : séculos XIII a XX. Trad. Rosa Freire D'Aguiar. São Paulo : Companhia das Letras, 1996.

FREUD, Sigmund. Os chistes e sua relação com o insconsciente. Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. V. VIII. Trad. Margarida Salomão et al. Rio de Janeiro: Imago, 1969.

FOUCAULT, Michel. História da loucura. Trad. José Teixeira Coelho Netto. São Paulo: Perspectiva, 1978.

FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas. Salma Tannus Muchail. Lisboa: Portugália, 1966.

HOBSBAWM, E. J. Bandidos. Trad. Donaldson Garshagen. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1976.

ISER, W. Os atos de fingir ou o que éfictício no texto ficcional. Trad. Heidrun Olinto e Luiz Costa Lima. In: COSTA LIMA, Luiz (Org.) Teoria da literatura em suas fontes. V. 2. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002, p. 955 - 984.

JAKOBSON, Roman. Linguística e poética. In: Linguística e comunicação. Trad. Izidoro Blikstein e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 1969.

LÉVI-STRAUSS, Claude. Antropologia estrutural. Trad. Chaim Samuel Kate e Reginardo Pires. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1973.

MANONNI, O. Chaves para o imaginário. Trad. Lígia Maria Pondé Vassalo. Petropólis: Vozes, 1973.

MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Trad. Ilda Pareto Maciel, Rogério Haesbaert. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MORIN, Edgar. Epistemologia da complexidade, por Edgar Morin. Diálogo: Edgar Morin, Ernst von Glasersfeld, José Jiménez. In: SCHNITMAN, Dora (org.). Novos paradigmas, cultura e subjetividade. Trad. Jussara Haubert Rodrigues. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996, p. 274-287.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira. O mandonismo local na vida política brasileira e outros ensaios. São Paulo: Alfa-Omega, 1976.

QUEIROZ, Maria Isaura Pereira. O Messianismo no Brasil e no mundo. São Paulo: Alfa-Omega, 1976.

RAMOS, Maria Luiza. A fenomenologia da obra literária. Rio de Jeneiro: Forense-Universitária, 1969.

ROSA, João Guimarães. Primeiras estórias. Rio de Janeiro: José Olympio, 1975.

ROSA, João Guimarães. Tutameia: terceiras estórias. Rio de Janeiro: José Olympio, 1976.

RUBIÃO, Murilo. Alfredo. In: A casa do girassol vermelho. São Paulo: Ática, 1978, p.57 – 61.

SANTIAGO, Silviano. Por que e para que viaja o europeu. In: Nas malhas da letra. São Paulo: Companhia das Letras, 1989, p.189-205.

SANTIAGO, Silviano. Em liberdade: uma ficção de Silviano Santiago. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

SOUZA, Eneida Maria de. Tempo de pós-crítica: ensaios. Belo Horizonte: Veredas & Cenários, 2007.

TODOROV, Tzetan. Recherches sur le symbolism linguistique I: le mot d’esprit et ses rapports avec le symbolisme In: Poétique, 18ªed. Seuil, 1974.

TODOROV, Tzetan. As estruturas narrativas. Trad. Leyla Perrone-Moisés. São Paulo: Perspectiva, 1970.

TURNER, Mark. The Literary Mind: The Origins of Thought and Language. New York: Oxford University Press, 1998.

WALTY, Ivete Lara Camargos. O pensamento lógico/mágico em “A menina de lá”. In: Minas Gerais (Suplemento literário), n. 661, 02/jun./1979, p.6-7.

WALTY, Ivete Lara Camargos. O estudo da ambigüidade em quatro contos de Guimarães Rosa. In: Minas Gerais, (Suplemento literário), n. 671, agos/1979, p.6-7.

WALTY, Ivete Lara Camargos. A narrativa: um caminho a percorrer ou a construir. In: Revista literária do corpo discente da UFMG, n. 14, 1979, p.121 –129.

WALTY, Ivete Lara Camargos. Vozes em contraponto: uma leitura de Em liberdade, de Silviano Santiago. In: Minas Gerais, (Suplemento literário), nº 926, 1984, p. 10-11.

WALTY, Ivete Lara Camargos. O que é ficção. São Paulo: Brasiliense, 1985.

WALTY, Ivete Lara Camargos. O eu migrante: crítica e ficção em Viagem ao México. In: SOUZA, Eneida Maria de; MIRANDA, Wander Melo (Org.). Navegar é preciso, viver. Escritos para Silviano Santiago. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1997, p.157-169.

WALTY, Ivete Lara Camargos. Narrativa e imaginário social: uma leitura das Histórias de maloca antigamente, de Pichuvy Cinta Larga. São Paulo, 1991 (Tese de doutorado).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Quantidade de visitas ao site dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS:
 
counter free

 

Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS estão indexados em:

DiadorimGoogle AcadêmicoSumariosResultado de imagem para capesOASISBR

Somos um periódico da:

UFMS

 

ISSN 1984-7785                                            necccadernos@gmail.com