POR UM MANIFESTO MODERNISTA, NÃO; descolonial

  • Edgar Cézar Nolasco UFMS

Resumo

A proposta maior do texto resume-se em, a partir de uma ideia moderna de “manifesto”, discutir acerca de um “manifesto” de ordem descolonial, o qual, a seu modo, pontua o quanto a proposta estética e política daquele manifesto atendia uma visada dualista e moderna, por excelência, que atendia tão somente ao olhar imperial que reforçava uma subalternização, em todos os sentidos, das culturas e nações que tinham vindo depois dentro da história do ocidente.

Biografia do Autor

Edgar Cézar Nolasco, UFMS

Edgar Cézar Nolasco é professor da UFMS e Coordenador do Grupo de Pesquisa Núcleo de Estudos Culturais Comparados – NECC – CNPq-UFMS e Pesquisador-visitante e Associado do PACC-UFRJ. Email: ecnolasco@uol.com.br.

Publicado
2020-02-11