INTERFACES ENTRE TEORIA E PRÁTICA NA FORMAÇÃO INTERDISCIPLINAR DOS PROFESSORES: vivências nos diferentes níveis de ensino

Ana Lúcia Gomes da SILVA, Isabel Cristina RATUND, Thais STAUFFER

Resumo


O texto apresenta cenas no palco do Grupo de Estudos e Pesquisas em Formação Interdisciplinar de Professores/UFMS/CPAQ , no qual a docência em todos os níveis de ensino é a protagonista das nossas investigações. Partimos do pressuposto de que a ideia de pesquisa como eixo de formação não vem orientando o “modus operandi” da formação dos professores. Nossa problemática está voltada sobre a natureza do “como ensinar e aprender”, da dicotomia teoria e prática em cenário interdisciplinar. Os desafios nos provocam a discutir sobre a pesquisa, o ensino e a aprendizagem, diante dos dilemas atuais da educação na ousadia de apreender o sentido da metáfora do teatro na construção deste estudo. Os encaminhamentos metodológicos ocorrem sob a direção de Ivani Fazenda e outros teóricos que nos serviram de base para construção do referencial teórico. Três olhares que refletem sobre a gênese do grupo mediante a atuação de seus diferentes personagens na construção da “peça” e “atos”. Apesar de termos avançado na performance , ainda temos muito a aprender sobre conceitos e significados que construímos diariamente em nossas vidas.

Palavras-chave


Interdisciplinaridade. Formação de Professores. Grupo de Pesquisa

Texto completo:

PDF

Referências


FAZENDA, Ivani. Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. São Paulo: Papirus, 1995.

_______________ (org.). Dicionário em construção: Interdisciplinaridade. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2002.

_______________. A prática de ensino e o estágio supervisionado. Campinas - SP: Papirus, 1991.

BOLOG Nesi, M. F. Vida e teatro em Guimarães Rosa: Grande Sertão: veredas e Pirlimpsiquice. Trans / Form / Ação, São Paulo, 1985.

GUSDORF, George. Conhecimento Interdisciplinar. In Pombo, Olga; Henrique M. Guimarães. (Org.). Interdisciplinaridade: Antologia. Porto: Campo das Letras, 2006.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

SILVA, Adalzira Regina de Andrade. Negociação. IN: FAZENDA, Ivani; GODOY, Hermínia Prado. Interdisciplinaridade: pensar, pesquisar e intervir. São Paulo, Cortez, 2014.

GALEMBECK, Paulo de Tarso; COSTA, Nonalíssia Silva da. Alternância e participação: a distribuição de turnos na interação simétrica. In: CELLI – COLÓQUIO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS E LITERÁRIOS. 3, 2007, Maringá. Anais... Maringá, 2009, p. 1937-1944.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Análise da Conversação. São Paulo, Ática.

MONTE MÓR, Walkyria. Multimodalidades e Comunicação: Ensino de Antigas novas questões no ensino de língua estrangeira. Revista Letras & Letras. Uberlândia-MG v.26 n.2 p. 469-476 jul.|dez. 2010.

NÓVOA, Antonio. Formação de professores e profissão docente. In: _____. Os Professores e a sua formação. Lisboa: Nova Enciclopédia, publicações Dom Quixote, 1992. Coleção Temas de Educação.

WOOD, Thomas Jr. Metáforas espetaculares: do dramatismo teatral ao dramatismo cinematográfico. Disponível em: http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnANPAD/enanpad_2000/ORG/2000_ORG330.pdf Acesso em: 21 abril, 2015.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Outras informações podem ser obtidas exclusivamente pelo e-mail revistagepfip@gmail.com

REVISTA DIÁLOGOS INTERDISCIPLINARES- GEPFIP - ISSN 23595051 (Publicação online)

A/C Profa. Ana Lúcia Gomes da Silva (Editora-chefe)

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/CPAQ

Praça Nossa Senhora da Conceição, 163, Centro - CEP: 79200-000 - Aquidauana/ MS

Telefone: +55 (67) 3241 0312