Práticas Compartilhadas e Trabalho Colaborativo em Educação Matemática nos Anos Iniciais: a formação continuada de professoras em um grupo de estudos

  • Marcielli de Lemos Cremoneze Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Câmpus Naviraí.
  • Klinger Teodoro Ciríaco Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Câmpus Naviraí.
Palavras-chave: Práticas Colaborativas, Educação Matemática, Reflexão., Formação Continuada

Resumo

O artigo aborda questões ligadas ao processo de formação continuada com base na prática reflexiva em um ambiente de práticas pedagógicas compartilhadas, além de apresentar a dinâmica de um grupo colaborativo em Educação Matemática como ferramenta promissora no processo de ensino e aprendizagem de professoras dos anos iniciais. O objetivo central do estudo é destacar as contribuições do grupo colaborativo no processo de reflexão do fazer docente. A metodologia adotada se inscreve no campo dos estudos qualitativos, de caráter descritivo-analítico, em que os dados são coletados durante as reuniões com as integrantes. Os resultados apontam que as experiências compartilhadas no grupo colaborativo permitem um leque de discussões e reflexões acerca dos episódios de aulas e que a prática colaborativa em Educação Matemática é um mecanismo promissor para o processo do aprender a ensinar a partir do exercício da prática.

Biografia do Autor

Marcielli de Lemos Cremoneze, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Câmpus Naviraí.

Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Câmpus Naviraí.

Klinger Teodoro Ciríaco, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS, Câmpus Naviraí.
Pós-Doutor em Psicologia da Educação Matemática pelo Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência da UNESP, Câmpus Bauru. Professor Adjunto e Coordenador do Curso de Pedagogia da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS, Câmpus de Naviraí) e Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da UFMS atuando na linha de pesquisa "Formação de Professores e Currículo". Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho' (FCT-UNESP) com Programa Intercalar em Didática da Matemática pela Universidade de Lisboa - Portugal (Doutorado Sanduíche); Mestre em Educação pela UNESP, área de concentração em Educação Infantil e Matemática; Licenciado em Pedagogia, Habilitação para o Magistério da Educação Infantil, pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS, Câmpus Três Lagoas). Atua na área de Educação e Educação Matemática com ênfase nos seguintes temas: Educação Infantil, Grupos Colaborativos, Formação de Professores para o ensino dos conteúdos matemáticos, Início da Docência, Crenças, Atitudes e Autoeficácia em relação à Matemática.

Referências

BOGDAN, R. BIKLEN, S. Investigação qualitativa e educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto Editora, LTDA, 1994. p.134-135.

CIRÍACO, K. T.; MORELATTI, M. R. M. Notas sobre colaboração, grupos colaborativos e desenvolvimento profissional de professores iniciantes. In: CIRÍACO, Klinger Teodoro; RODRIGUES, Zionice Garbeline Martos. (Orgs.). Práticas de colaboração em contextos de formação com professores que ensinam Matemática. Curitiva: CRV, 2016.

CIRÍACO, K. T. Professoras iniciantes e o aprender a ensinar Matemática em um grupo colaborativo. 2016, 334 f. Tese (Doutorado em Educação) Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – FCT/UNESP. Presidente Prudente, SP.

CREMONEZE, M. de L. Dividir para somar: práticas colaborativas em Educação Matemática nos anos iniciais. 2017. 32 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS, Campus Naviraí.

FERREIRA, A. C. O trabalho colaborativo como ferramenta e contexto para o desenvolvimento profissional: compartilhando experiências. In: NACARATO, Adair. Mendes; Paiva, Maria Auxiliadora Vilela (orgs.). A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. 3. ed. Belo Horizonte: Autentica, 2013. p. 150-152.

_______. Um olhar retrospectivo sobre a pesquisa brasileira em formação de professores de matemática. In. Fiorentini, Dario (org.) Formação de professores de matemática: explorando novos caminhos com outros olhares. Campinas, São Paulo. Mercado de Letras, 2003.

FIORENTINI, D.; CASTRO, F. C. Tornando-se professor de matemática: o caso de Allan em prática de ensino e estágio supervisionado. In. Fiorentini, Dario (org.). Formação de professores de matemática: explorando novos caminhos com outros olhares. Campinas, São Paulo. Mercado de Letras, 2003.

FONTANA, M. J.; FÁVERO, A. A. Professor reflexivo: uma integração entre teoria e prática. Revista de Educação do Ideau, 2013. vol. 8(17), p.3. Disponível em: <https://www.ideau.com.br/getulio/restrito/upload/revistasartigos/30_1.pdf>. Acesso em: jul. 2017.

FULLAN, M.; HARGREAVES, A. (org). Teacher development and educational change. In M. Fullan; A. Hargreaves (Eds.). Teacher development and educational change. London: Falmer, 1992. p. 1-9.

GRANDO, R. C. NACARATO, A. M. Compartilhamento de práticas formativas em matemática escolar por professoras alfabetizadoras. Zetetiké – FE/UNICAMP & FEUFF – v. 24, n. 45 – jan/abr-2016. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646534>. Acesso em: jul. 2017.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 9 ed. São Paulo. Cortez, 2011.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Pedagógica e Universitária, 1986.

NACARATO, A. M. O grupo como espaço para a aprendizagem docente e compartilhamento de prática de ensino de matemática. In: NACARATO, Adair Mendes. (org.). Prática docentes em educação matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. Curitiba: Appris, 2013.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. O conhecimento matemático do professor: formação e prática docente na escola básica. Revista Brasileira de Educação. 2005. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n28/a05n28.pdf>. Acesso em: maio. 2017.

NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: Nóvoa, Antônio. (org.) Os professores e sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote; 1997. Disponível em: <https://core.ac.uk/download/pdf/12424596.pdf>. Acesso em: mar. 2017.

PAVANELLO, R. M. A análise de episódios de ensino e a formação do professor reflexivo. In: GUIMARÃES, Rute Borba (org.). Reflexões sobre o ensino de matemática nos anos iniciais de escolarização. Recife. SBEM, 2009.

Publicado
2020-01-07