Modelagem Matemática de Situações Reais utilizando Funções Quadráticas

  • Hérica de Jesus Souza Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
  • Afonso Henriques UESC, Ilhéus, BA

Resumo

Este trabalho consiste no desenvolvimento de uma sequência didática em torno de funções quadráticas, como objeto de estudo, com o intuito de investigarmos as práticas institucionais dos estudantes do curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Pretendemos compreender, por meio dessas práticas, as relações desses estudantes com o referido objeto. A sequência em questão é composta por uma situação real, que se subdivide em quatro subtarefas, cuja realização passa pela modelagem matemática. Os resultados encontrados mostram que os estudantes, de modo geral, apresentam dificuldades na modelagem do tipo da situação proposta. Entendemos que tais dificuldades podem ser reflexo de um ensino pautado na realização de tarefas que exigem dos estudantes a aplicação imediata de técnicas repetitivas provenientes do bloco “logôs” da praxeologia do objeto de estudo, no contexto da Teoria Antropológica do Didático. Além dessa teoria, nos apoiamos também na noção de Registros de Representação Semióticas.

Referências

ARTIGUE, M. Ingénnierie Didactique. Recherches em Didactique de Mathematiques. França, v. 9, nº 3, p. 245-308, 1988.

BIEMBENGUT, M. S & HEIN, N. Modelagem Matemática no Ensino.ISBN 978-85-7244- 136-0. Ano 2000. Disponível em: http://www.editoracontexto.com.br/. Acessado em 04.12.2014.

CHEVALLARD, Y. Concepts fondamentaux de La didactique: perspectives apportées par une approche anthropologique. Recherches em Didactique dês Mathématiques, 1992, V. 12, n°1, p. 73-112.

BOSCH M, CHEVALLARD Y. (1999), Ostensifs et sensibilité aux ostensifs dans l’activité mathématique.Recherche en Didactique des Mathématiques, V. 19/1, p. 77-123.

DOUADY, R. L’ingenierie didactique, un moyen pour l’enseignantd’organiser les rapports entre l’ensegnement et l’apprentissage. Cahier de DIDIREM. França: IREM, Université Paris 7, n. 19, 1993.

DUVAL, R. Registros de representações semióticas e o funcionamento cognitivo da compreensão em matemática. In: MACHADO, S. A. (org.).Aprendizagem em matemática: registro de representação semiótica. Campinas-SP: Papirus, 2003. cap. 1, p. 11-31.

DUVAL R. Registres de représentation sémiotique et fonction nementcognitif de La pensée. Annales de didactique et de sciences cognitives. IREM de Strasbourg, 1993, V. 5, p. 35-65.

HENRIQUES, A., L’enseignement et l’apprentissage des intégrales multiples : analyse didactique intégrant l’usage du logiciel Maple. UJF-Grenoble, Lab. Leibniz. 2006. Disponível em : https://sites.google.com/site/gpemac/dissertacoes-de-mestrado. Acessado em 04.12.2014

HENRIQUES, A.; ATTIE, J. P.; FARIAS, L. M. S. Referências teóricas da didática francesa: análise didática visando o estudo de integrais múltiplas com auxílio do software Maple. Educação Matemática Pesquisa. São Paulo, v. 9, n. 1, p. 1-29, 2007.

HENRIQUES, A. Reflexões sobre análises institucionais e seqüências didáticas: o caso do estudo de integrais múltiplas. (Progressão de Carreira do Magistério Superior, de Adjunto a Titular). UESC-BA, 2011. Disponível em: https://sites.google.com/site/gpemac/dissertacoes-de-mestrado. Acesso em 04.12.2013.

HENRIQUES, A.; NAGAMINE, A.; NAGAMINE, C. M. L. Reflexões Sobre Análise Institucional: o caso do ensino e aprendizagem de integrais múltiplas. Bolema, Rio Claro (SP), v. 26, n. 44, dez. 2012.

HENRIQUES, A.; SERÔDIO, R.. Intervenção de Tecnologias e Noções de Registros de Representação do Estudo de Integrais Múltiplas na Licenciatura em Matemática, Anais do VI Colóquio de História e Tecnologia no Ensino de Matemática (VI HTEM) 15-19 de julho de 2013, UFSCar, São Carlos, SP.

IEZZI, G.; MURAKAMI, C. Fundamentos de Matemática Elementar. Conjuntos e Funções, São Paulo: Atual, 1977. Vol. 1.

ONUCHIC, Lourdes de la Rosa, Resolução de Problemas: Contribuições para o Ensino, A Aprendizagem a a Avaliação, Anais do I Colóquio Internacional sobre Ensino de Ciências e Didática das Ciências CIEDIC, Feira de Santana, 27-31 de Outubro de 2014.

Publicado
2015-05-30