EDUCAÇÃO MATEMÁTICA CRÍTICA: UM OLHAR PARA OS LIVROS DIDÁTICOS APROVADOS NO PROGRAMA NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO DE 2012

  • Júlio César Gomes de Oliveira
  • Marcio Antonio da Sil
Palavras-chave: Educação Matemática Crítica. Livros Didáticos. Medidas Estatísticas.

Resumo

Este artigo apresenta alguns resultados de uma pesquisa de mestrado em andamento no Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Pretendemos analisar, a partir da Educação Matemática Crítica (EMC), as abordagens dadas ao tema Medidas Estatísticas nos livros do Ensino Médio aprovados no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2012. Para isso, foram realizadas leituras preliminares sobre aspectos teóricos da EMC, selecionados nove livros que abordavam tais medidas e, por fim, lançamos um olhar no qual se buscou interpretar o dizia a EMC em contraponto com as atividades observadas. Quanto ao tópico observado, o estudo apontou que a EMC quase não foi evidenciada nos livros em questão. Assim, concluímos que as discussões curriculares não possuem um lugar de destaque em um tópico que consideramos propício para que isso acontecesse.

Biografia do Autor

Júlio César Gomes de Oliveira

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática (PPGEduMat) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Marcio Antonio da Sil

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática (PPGEduMat) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). 

 

Referências

FIORENTINI, Dario. LORENZATO, Sergio. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2012.

FRANKENSTEIN, Marilyn. Relearning Mathematics: A Different Third R - Radical Maths. Londres: Free Association Books, 1989.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

PAIVA, Manoel. Matemática Paiva: volume 3. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2009.

RIBEIRO, Jackson, Matemática: ciência, linguagem e tecnologia, 3: ensino médio. 1. ed. São Paulo: Scipione, 2010.

SANTOS FILHO, José Camilo dos – Pesquisa Educacional: quantidade-qualidade / José Camilo dos Santos Filho; Silvio Sanchez Gamboa (org.). 2 ed. – São Paulo: Cortez, 1997. – (Questões da nossa época; v.42)

SILVA, Marcio Antonio. Considerações sobre o bloco tratamento Tratamento da informação nos currículos de Matemática: refletindo sobre a seleção e a organização de conteúdos. In: COUTINHO, Cileda de Queiroz Silva (Org.). Discussões sobre o ensino e a aprendizagem da probabilidade e da estatística na escola básica. 1ed.Campinas: Mercado de Letras, 2013, p. 39-57.

SKOVSMOSE, Ole. Educação Matemática Crítica: A questão da democracia.Campinas: Papirus, 2001.

SKOVSMOSE, Ole. Desafios da educação matemática crítica . São Paulo: Papirus, 2008.

SKOVSMOSE, Ole. Educação Crítica: incerteza, matemática, responsabilidade. São Paulo: Cortez, 2007.

SOUZA, Joamir Roberto de. Novo olhar matemática: volume 3. 1. ed. São Paulo: FTD, 2010.