A MOEDA TEM DOIS LADOS: um deles é Machado; o outro, Silviano

  • Pedro Henrique Alves de Medeiros UFMS
  • Washington Batista Leite UFMS

Resumo

Ao recebemos o convite para produzirmos a resenha desta edição, com muita lisonja, optamos por nos posicionar não nos fechando totalmente ao molde de resenha, mas, sim, um ensaio em que todos que leiam comunguem de nossas considerações e apreço pela obra. Cabe ressaltar que o livro faz parte de nossas leituras e pesquisas no Núcleo de Estudos Culturais Comparados (NECC) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, marcado pelo entrelugar, lugar do qual erigiremos nossa discussão.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Alves de Medeiros, UFMS

Graduando em Letras Licenciatura Habilitação Português/Inglês e suas Literaturas pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Membro do Núcleo de Estudos Culturais Comparados (NECC) e integrante da Comissão Organizadora dos Cadernos de Estudos Culturais (Qualis B1). Atualmente trabalha como bolsista PIBIC/CNPq, sob orientação do Professor Dr. Edgar Cézar Nolasco, com o projeto "Silviano Santiago: mil rosas (auto)biográficas". Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, Estudos Culturais, Crítica Biográfica, Literatura Comparada, Literatura Brasileira e Estudos Pós-coloniais.

Washington Batista Leite, UFMS
Washington Batista Leite é técnico em Biblioteconomia, graduado em Letras - Licenciatura - Habilitação Português, Espanhol e Literaturas das respectivas línguas na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e Mestrando em Estudos de Linguagem também pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (PPGMEL/UFMS) Campus de Campo Grande. Membro do Núcleo de Estudos Culturais Comparados (NECC), integrante da Comissão Organizadora dos Cadernos de Estudos Culturais (Qualis B1). Foi Bolsista do CNPq na modalidade Iniciação Científica - PIBIC. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, Estudos Culturais, Literatura Comparada e Estudos Pós-coloniais. Última pesquisa realizada foi sobre as "Paisagens Fronteiriças na poética de Lobivar Matos" sob orientação do Professor Dr. Edgar Cézar Nolasco. Trabalhou no Núcleo de Produção de Braille e Ampliado no Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual (CAP/DV-MS) em Campo Grande - MS.

Referências

MEIRELES, Maurício. “Em livro sobre Machado, Silviano Santiago une crítica e romance”. Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2016/12/1840811-em-livro-sobre-machado-silviano-santiago-une-critica-e-romance.shtml>. Acesso em 06 de abril de 2017.

LESSA, Carina. “O feroz inquieto”. Disponível: <http://rascunho.com.br/o-feroz-inquiet/>. Acesso em 08 de abril de 2017.

NOLASCO, Edgar Cézar. Políticas da crítica biográfica. In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: crítica biográfica. v. 2, n. 4 Campo Grande: Editora UFMS, 2010, p. 35-50.

SANTIAGO, Silviano. Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

SOUZA, Eneida Mario de. Janelas indiscretas: ensaios de crítica biográfica. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

TORRES, Bolívar. “Em novo livro, Silviano Santiago narra últimos anos de Machado de Assis”. Disponível em: <http://www.oglobo.globo.com/cultura/livros/em-novo-livro-silviano-santiago-narra-ultimos-anos-de-machado-de-assis-20618575>. Acesso em 06 de abril de 2017.

Publicado
2017-08-08
Seção
Artigos