ANIMAIS BIOGRÁFICOS EM Poliedro, de Murilo Mendes

Lyslei Nascimento Nascimento, Filipe Amaral Rocha de Menezes

Resumo


A intrigante imagem do poliedro suscitada pelo título do livro de Murilo Mendes, como um “sólido geométrico com quatro ou mais faces, delimitado por polígonos planos”,1 remete o leitor para as muitas faces da poesia. Desde a etimologia grega da palavra: póly (vários) e ftedra (faces), Murilo Mendes em cada um de seus verbetes, deixa vislumbrar, sob o manto diáfano da biografia, seres imaginários e animais que, ficcionalmente, passam a existir, imaginados
pelo seu poeta-criador.

Texto completo:

PDF

Referências


Não há referências.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Quantidade de visitas ao site dos CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS:
 
counter free

 

Os CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS estão indexados em:

DiadorimGoogle AcadêmicoSumariosResultado de imagem para capesOASISBR

Somos um periódico da:

UFMS

 

ISSN 1984-7785                                            necccadernos@gmail.com