Resumo: <br>Consumo alimentar de crianças e adolescentes com excesso de peso encaminhados ao ambulatório de nutrição de um Hospital Universitário. PECIBES, supl.2, 22, 2016

  • Taise Ane Almeida de Carvalho
  • Talissa Pereira Lins
  • Teresa Cristina Abranches Rosa
  • Giovana Eliza Pegolo
  • Karine de Cássia Freitas

Resumo

Transformações sociais e ambientais trouxeram mudanças no padrão alimentar brasileiro que passou a contar com alimentos hipercalóricos e pobres em fibra alimentar favorecendo a obesidade em crianças. No Brasil, 17,1% dos adolescentes estão com excesso de peso e 8,4% são obesos. Sabe-se que o excesso de peso durante a infância e adolescência tem grandes chances de se perpetuar na vida adulta.
Publicado
2017-09-21