Produtos Educacionais do mestrado profissional em ensino: algumas compreensões

  • Cídia Paula da Costa Alves Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Liliane dos Santos Gutierre Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Resumo

Nesta comunicação, apresentaremos a pesquisa de mestrado que questionou como os professores, os coordenadores e os egressos desenvolveram seus Produtos Educacionais no contexto de um curso de mestrado profissional em ensino de Matemática. O objetivo geral foi elaborar um estudo historiográfico acerca do entendimento dos coordenadores, dos professores e dos egressos sobre Produto Educacional advindo do curso de mestrado profissional em ensino de Ciências Naturais e Matemática da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, de 2002 a 2016. Elaboramos um vídeo como Produto Educacional. Usamos a História oral (Meihy; 2005) como metodologia de pesquisa. Na escrita da narrativa historiográfica (Garnica; 2013), concluímos que as compreensões reveladas influenciaram na consolidação do curso. O intuito ao trazer este trabalho para o V Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática é apresentá-lo aos pesquisadores da área.

Biografia do Autor

Cídia Paula da Costa Alves, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Mestrado na área de ensino em Ciências Naturais e Matemática/Licenciada em Licenciatura Plena pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Professora da Educação Básica, Brasil. E-mail: cidiapaula@gmail.com.

Liliane dos Santos Gutierre, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Pós-Doutorado em Educação/ Licenciada em Matemática Licenciatura Plena e Pedagogia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Professora, Adjunto IV, Brasil. E-mail: lilianegutierre@gmail.com.

Referências

Alberti, V. (2004). Manual de história oral. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Alberti, V. (2008). Histórias dentro da história. In: Pinsky, C. B. (Orgs.), Fontes históricas (pp. 155-202). São Paulo: Contexto. Disponível em: http://gephisnop.weebly.com/uploads/2/3/9/6/23969914/fontes_historicas_carla_bassanezi_pinsky.pdf

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). (2016). Documento de Área 46 Ensino. Brasília. CAPES: Brasília. Disponível em: http://capes.gov.br/images/documentos/Documentos_de_area_2017/DOCUMENTO_AREA_ENSINO_24_MAIO.pdf.

Garnica, A. V. M. (2003). História oral e educação matemática: de um inventário a uma regulação. ZETETIKÉ, v (11), 9-56. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/search/search.

Garnica, A. V. M. (2013). Sobre historiografia: fragmentos para compor um discurso. Revista de Matemática, Ensino e Cultura, 51-65. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646949.

Lang, A. B. S. G. (2011). História oral: propostas e perspectivas. In: Santhiago, R. & Magalhães, V. B. (Orgs.), Memória e diálogo: escutas da Zona Leste, visões sobre a história oral (pp. 125-136). São Paulo: Letra e Voz.

Le Goff, J. (2003). História e memória. Campinas: Editora da UNICAMP.

Meihy, J. C. S. B. (2005). Manual de história oral. São Paulo: Edições Loyola.

Ruiz, E. M. S. D. & Faria, M. B. (2012). A intertextualidade no gênero resenha. Linguagem em (Dis)curso, v(12), 99-128. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ld/v12n1/v12n1a05.pdf.

Publicado
2020-10-26
Como Citar
Alves, C. P. da C., & Gutierre, L. dos S. (2020). Produtos Educacionais do mestrado profissional em ensino: algumas compreensões . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (5), 1-5. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/11156
Seção
Sessões Coordenadas