(Uma) Poética Labiríntica: trânsitos imagéticos teóricos entre Literatura Comparada e Narrativa Fílmica em Time (Shigan) de Kim Ki Duk.

  • Melissa Rubio dos Santos Programa de Pós-Graduação em Letras- UFRGS

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar os trânsitos entre Literatura Comparada e Narrativa Fílmica a partir da poética visual labiríntica presente na narrativa fílmica Time (Shigan) (2006), do cineasta sul-coreano Kim Ki Duk. A pesquisa tem como foco os diálogos entre Intertextualidade, hibridez, olhar e elementos transmidiáticos que permeiam a narrativa fílmica Time (Shigan). Sendo assim, será traçado um breve mapeamento do campo teórico da Literatura Comparada explorando elementos-chave, tais como intertextualidade, hibridez e trânsitos. Também será abordado os Estudos de Mídias, destacando os conceitos mídia e relações transmidiáticas, apresentados pelo teórico comparatista alemão Claus Clüver (Inter textus / Inter artes / Inter media) (2006). Já a reflexão sobre a questão do olhar será construída a partir do conceito atrator, do teórico Massimo Canevacci (Fetichismos Visuais: corpos erópticos e metrópole comunicacional) (2008).

(Uma) Poética Labiríntica: trânsitos imagéticos teóricos entre Literatura Comparada e Narrativa Fílmica em Time (Shigan) de Kim Ki Duk.

Biografia do Autor

Melissa Rubio dos Santos, Programa de Pós-Graduação em Letras- UFRGS
Doutoranda em Teoria, Crítica e Comparatismo (UFRGS)
Mestra em  Literatura Comparada (UFRGS).

Referências

BASSNETT, Susan. Comparative Literature: a Critical Introduction. Oxford: Blackwell, 1993.

CANEVACCI, Massimo. Fetichismos Visuais: corpos erópticos e metrópole comunicacional, São Paulo: Ateliê Editorial, 2008.

CARVALHAL, Tania. Literatura Comparada. São Paulo: Ática. 1986.

______. O próprio e o alheio: ensaios de literatura comparada. São Leopoldo: Unisinos, 2003.

______. Literatura comparada: textos fundadores. In: Literatura comparada: textos fundadores. Rio de Janeiro, 1994. 2. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

CASA VAZIA (BINJIP), Direção, produção e roteiro de Kim Ki Duk. Seul: Cineclick Asia; Kim Ki Duk Films, 2004. DVD (88 min), color, 35mm.

CHUNG, Hye Seung. Kim Ki-duk. Chicago:Urbana University of Illinois, 2012.

CLÜVER, Claus. Estudos interartes: conceitos, termos, objetivo . In: Literatura e Sociedade. Revista de Teoria Literária e Literatura Comparada, São Paulo, FFLCH, n. 2, p. 37-55, 1997.

______. Inter Textus / Inter Artes / Inter Media. In: Aletria, Belo Horizonte, vol 14, n. 1, p.11-41. Jul-dez, 2006.

MERAJVER-KURLAT, Marta. Kim Ki Duk on movies, the visual languages. New York: Jorge Pinto Books, 2009.

NITRINI, Sandra M. Literatura Comparada: história, teoria e crítica. São Paulo: EDUSP, 1997.

RUBIO DOS SANTOS, Melissa. Trânsitos imagéticos: a narrativa dos filmes Time (Shigan) e Dream (Bi-mong) de Kim Ki Duk. Monografia.Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Letras, Porto Alegre, 2012.

SCHMIDT, Rita T. Apresentação. In: SCHMIDT, Rita T. (org.) Sob o signo do presente: intervenções comparatistas. Porto Alegre: Editora UFRGS, 2010.

TIME, Direção, produção e roteiro de Kim Ki Duk. Seul: Happynet Films; Kim Ki Duk Films, 2006. DVD (97 min), color, 35mm.

Publicado
2020-01-25
Seção
Artigos - Literatura, Estudos Comparados e Interartes