Leitura de Tabela de Distribuição de Frequência por Estudantes do 6° Ano

Palavras-chave: Letramento Estatístico, Tabela, Tratamento da Informação

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar as respostas de atividades realizadas por estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental com vistas a identificar o nível de leitura de tabelas. A pesquisa é de abordagem qualitativa, realizada com estudantes da escola pública e foi analisada uma questão com dois itens. Em um item foi solicitado ao estudante a continuação do preenchimento de uma tabela enquanto no outro item foi requerida a leitura da tabela do item anterior. Analisamos as resoluções de 314 estudantes. Teoricamente, nos aportamos no componente cognitivo proposto para o Letramento Estatístico (GAL, 2002) e nos níveis de leitura de tabela de Wainer (1995). Os resultados indicam que 57,51% dos estudantes envolvidos na pesquisa, não conseguem alcançar o Nível Elementar de leitura de tabelas.

Biografia do Autor

Luana Cerqueira de Almeida, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

Possui graduação em Licenciatura em Matemática pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (2014). Mestrado em Educação Matemática pela Universidade Estadual de Santa Cruz (2017). É doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Formação de Professores pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). É membro do Grupo de Pesquisa em Educação Matemática, Estatística e em Ciências - GPEMEC. Atualmente, membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Regional Bahia, SBEM-BA (2019-2022). Atua na área de formação de professores. E-mail: luanacqra@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6858-627X.

Heloisa Carvalho Alves, Universidade Estadual de Santa Cruz

Licencianda em Matemática pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e membro do Grupo de Pesquisa em Educação Matemática Estatística e Ciências (GPEMEC) desde agosto de 2018. E-mail: hcalves.lma@uesc.br. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7813-0206.

Eurivalda Ribeiro dos Santos Santana, Universidade Estadual de Santa Cruz

Possui graduação em Ciências Matemática pela Federação das Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna (1991), mestrado em Matemática pela Universidade Federal da Bahia (2001), doutorado em Educação Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2010). Pós-doutorado em Didática da Matemática pela Universidade de Lisboa (2017). Atualmente é professora titular da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Tem experiência na área de Matemática, com ênfase em Educação Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: formação de professores, processos de ensino em matemática, processos de aprendizagem, educação estatística. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM) da UESC e professora Colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Formação de Professores (PPG ECFP) da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Líder do Grupo de Pesquisa em Educação Matemática, Estatística e em Ciências (GPEMEC) e Coordenadora Geral da Rede Educação Matemática Nordeste (REM-NE). E-mail: eurivalda@hotmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0001-6156-1205.

Referências

ARTEAGA, Pedro; BATANERO, Carmen; CANADAS, Gustavo; CONTRERAS, J. Miguel. Las Tablas y Gráficos Estadísticos como Objetos Culturales. Números, Revista de Didática de las Matemáticas. v. 76, 55-67, 2011.

BATANERO, Carmen. Los retos de la cultura estadística. Conferencia en las Jornadas Interamericanasde Enseñanza de la Estadística, Buenos Aires. Confederación Latino-americana de Sociedades de Estadística, (2002).

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática /Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/matematica.pdf>. Acesso em: 04 fev. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação; Secretaria da Educação Básica, Brasília, DF: MEC/SEB, 2019. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wpcontent/uploads/2018/12/BNCC_19dez2018_site.pdf>. Acesso em: 17 jun. 2019.

CAZORLA, Irene Mauricio; OLIVEIRA, Marcelo Silva de. Para saber mais. In: CAZORLA, Irene Mauricio; SANTANA, Eurivalda (Orgs.). Do tratamento da informação ao letramento estatístico. Itabuna: Via Litterarum, 2010. Cap. 1, p. 9-18.

CAZORLA, Irene; MAGINA, Sandra; GITIRANA, Verônica e GUIMARÃES, Gilda (Org.). Estatística para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Sociedade Brasileira de Educação Matemática, Biblioteca do Educador - Coleção SBEM; 9, Brasília: 2017.

COUTINHO, Cileda; SPINA, Gabriela. A Estatística nos Livros Didáticos de Ensino Médio. Ensino da Matemática em Debate. v 2, n 2. 2015 Disponível em < https://revistas.pucsp.br/emd/article/view/26219/18876>. Acesso em: 01 fev. 2020.

GAL, Iddo. Adults' Statistical Literacy: Meanings, Components, Responsibilities. In: International Statistical Review. Israel, 2002. p. 1-25. Disponível em: <http://iase-web.org/documents/intstatreview/02.Gal.pdf>. Acesso em: 14 mar. 2019.

SANTANA, Eurivalda Ribeiro dos Santos; LAUTERT, Sintria Lautert; CASTRO FILHO, José Aires; SANTOS, Ernani Martins. Observatório da Educação em Rede: As Estruturas Multiplicativas e a Formação Continuada. Educação Matemática em Foco (UEPB), v. V, p. 77-95, 2016.

SANTANA, Eurivalda Ribeiro dos Santos; CARZOLA, Irene Mauricio; SANTOS, Ernani Martins Desempenho de estudantes do ensino fundamental em situações de estruturas multiplicativas. Revista Paranaense de Educação Matemática, v. 8, p. 147-147, 2019.

SOUZA, Leandro de Oliveira; LOPES, Celi Espasandin; SOUZA, Antônio Carlos. Os Delineamentos Metodológicos nas Investigações Brasileiras em Educação Estatística. Perspectivas da Educação Matemática. v. 8, n. 18, p. 506-525, 18 dez. 2015.

TRIOLA, Mario F. Introdução à Estatística. Rio de Janeiro: LTC, 2005.

WAINER, Howard. A study of Display Methods for NAEP Results: I. Tables. Program Statistics Research. Technical: Report no 95, 1. Educacional Testing Service. Princeton, 1995. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/j.2333-8504.1995.tb01645.x >. Acesso em: 16 de março de 2019.

WILD, Chris. J.; PFANNKUCH, Maxine. Statistical Thinking in Empirical Enquiry. International Statistical Review, 67(3), p. 223-265, 1999.

YIN, Robert K. Pesquisa qualitativa do início ao fim. Porto Alegre: Penso, 2016.

Publicado
2021-12-17
Como Citar
ALMEIDA, L. C. DE; ALVES, H. C.; SANTANA, E. R. DOS S. Leitura de Tabela de Distribuição de Frequência por Estudantes do 6° Ano. Perspectivas da Educação Matemática, v. 14, n. 36, p. 1-19, 17 dez. 2021.