Antonio Bandeira Trajano: circulação, adoção e difusão dos livros/manuais em Mato Grosso

  • Relicler Pardim Gouveia Universidade Federal do Mato Grosso do Sul

Resumo

O texto propõe uma leitura histórica da circulação, adoção e difusão dos livros/manuais didáticos de Antonio Bandeira Trajano, autor de diversos manuais escolares desde o final do século XIX e que circularam amplamente por diferentes partes do país. Neste expomos uma investigação no campo da educação matemática em perspectiva histórica. O referencial teórico-metodológico foi constituído com base na história cultural. Para tanto, evidencia-se quem foi Antonio Bandeira Trajano, e quais são algumas de suas publicações, bem como busca-se evidenciar a circulação e adoção desta obra na província do Mato Grosso. Ao olhar para as produções de Antonio Trajano é possível certificar acerca da representação que este livro trouxe no momento em que ele foi colocado em prática, o qual registrou uma finalidade na cadeia cultural da escola de Mato Grosso.

Biografia do Autor

Relicler Pardim Gouveia, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
Mestre em Educação Matemática pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

 

Referências

BITTENCOURT, C. (2008). Livro Didático e Saber Escolar - 1810-1910. Belo Horizonte: Autêntica.

CHARTIER, R. (1991). O Mundo como Representação. Estudos Avançados, 5 (11), 173-191. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/8601/10152>.

CHERVEL, A. (1990). História das disciplinas Escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação, 2, 177-229. Disponível em: https://moodle.fct.unl.pt/pluginfile.php/122510/mod_resource/content/0/Leituras/Chervel01.pdf

CHOPPIN, A. (2004). História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, 30 (3), 549-566. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ep/v30n3/a12v30n3.pdf>.

GOUVEIA, R. P. (2017). Mètre, Litre, Gramme... Grandezas e Unidades de Medidas na Cultura Matemática Escolar. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática. Campo Grande: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Retirado em 05 de novembro, 2017, de: https://posgraduacao.ufms.br/portal/trabalho-arquivos/download/4066

JULIA, D. (2001). A Cultura Escolar como Objeto Histórico. Revista Brasileira de História da Educação, 1 (1), 09-44. Disponível em: http://www.repositorio.unifesp.br/bitstream/handle/11600/39195/Dominique%20Julia.pdf?sequence=1

MATOS, A. S. de. (2004). Os Pioneiros Presbiterianos do Brasil (1859 – 1900): missionários, pastores e leigos do século 19. São Paulo: Cultura Cristã.

PAIS, L. C.; MARANHÃO, T. A. (2014). História do ensino da aritmética no final do século XIX: uma análise da obra de Antonio Bandeira Trajano. Amazonia, 10 (20), 39-50. Disponível em: <http://www.periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/2297/2539>.

SILVA, A. B. da. (2013). Mato Grosso nos Livros Didáticos de História (1889-1930): imaginários e representações. Dissertação de Mestrado em Educação. Cuiabá: Universidade Federal de Mato Grosso. Retirado em 05 de junho, 2018, de: http://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/be579a7e8040752748750495e680627d.pdf

VALENTE, W. R. (2007). Uma História da Matemática Escolar no Brasil, 1730-1930. 2. ed. São Paulo: Annablume.

Publicado
2019-04-24
Seção
Sessões Coordenadas