Matemática na Escola Normal de Natal/RN (1896 – 1925): alguns fragmentos de história

  • Márcia Maria Alves de Assis Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN e docente do Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy, IFESP.
  • Iran Abreu Mendes Docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN.

Resumo

Neste artigo descrevemos uma construção historiográfica acerca das matemáticas escolares do ensino primário abordadas na Escola Normal de Natal (RN) entre 1896 e 1925. Nossa principal finalidade foi explorar documentos sobre as trajetórias matemáticas na referida escola, com vistas a apontar evidências das implicações legais desse período nas recorrências metodológicas e na construção dos programas de ensino dessas matemáticas escolares. Para alcançar nossos objetivos recorremos aos princípios teóricos relacionados à história das disciplinas escolares, com base em Chervel (1990). O método utilizado para a aproximação historiográfica baseou-se na exploração e reorganização de informações presentes em múltiplas fontes históricas impressas constituídas da cultura escolar, com base em Julia (2001). Como este artigo se refere a parte de uma pesquisa de doutorado que abrange a primeira metade do século XX, apontamos nossas reflexões sobre o estudo no período citado, fato que consideramos conclusivos para o período proposto.

Referências

AQUINO, Luciene Chaves de. A Escola Normal de Natal (1908 – 1938) –– Defesa 25/02/2002 (Dissertação). Natal, UFRN, 2002.

BURKE, Peter, 1937. O que é história cultural? Tradução: Sérgio Goes de Paula. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

CHERVEL, André. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. In: Teoria e Educação. Porto Alegre, nº 2, p. 177-229, 1990.

Decreto nº 178 de 29 de Abril de 1908, do governador Alberto Maranhão publicado na parte oficial do diário A República em 02 de maio de 1908.

Decreto nº 214 de 26 de janeiro de 1910, publicado no jornal A República em 1910.

DIAS, Eliane Moreira. A educação feminina no estado do RN na década de 1920. Dissertação. Programa de Pós-graduação em Educação. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2003. Defesa 20/02/2003.

JULIA, Dominique. A Cultura Escolar como Objeto Histórico. In: Revista Brasileira de História da Educação. nº 1, jan/jun 2001.

RIO GRANDE DO NORTE. Escola Normal de Natal. Livro de Relatórios da Escola Normal de Natal, 1916, p. 21

RIO GRANDE DO NORTE. Escola Normal de Natal. Livro de Relatórios da Escola Normal de Natal, 1911, p. 21. (manuscrito).

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Joaquim Ferreira Chaves Filho. Mensagem ... 15 de Julho de 1896.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Joaquim Ferreira Chaves Filho. Mensagem ... 14 de Julho de 1897.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Joaquim Ferreira Chaves Filho. Mensagem ... 14 de Julho de 1899.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Alberto Maranhão. Mensagem .01 de novembro de 1909.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Alberto Maranhão. Mensagem ... 01 de novembro de 1910.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Alberto Maranhão. Mensagem ... 01 de novembro de 1911.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Alberto Maranhão. Mensagem ... 01 de novembro de 1912.

RIO GRANDE DO NORTE. Relatório do Presidente Alberto Maranhão. Mensagem ... 01 de novembro de 1913.

RIO GRANDE DO NORTE. Lei 405 estadual de 29/11/1916, publicada na parte oficial do jornal A República em 29/12/1916

VALENTE, Wagner Rodrigues. Lourenço Filho, As Cartas de Parker e as Transformações da Aritmética Escolar. UNIFESP, 2010.

OLIVEIRA, Maria Cecília Marins de. O ensino da aritmética nas escolas do Paraná na primeira república. In: Zetetiké – FE/Unicamp – v. 19, n. 36 – jul/dez 2011.

Publicado
2022-01-07
Como Citar
Assis, M. M. A. de, & Mendes, I. A. (2022). Matemática na Escola Normal de Natal/RN (1896 – 1925): alguns fragmentos de história . Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 453-464. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15145
Seção
Sessões Coordenadas