A RELAÇÃO DE ALUNOS JOVENS E ADULTOS COM A MATEMÁTICA: UMA INVESTIGAÇÃO A PARTIR DAS CONTRIBUIÇÕES DA SOCIOLOGIA PRAGMÁTICA

  • Carla Cristina Pompeu
  • Vinício de Macedo Santos

Resumo

Esse artigo advém de um estudo de doutorado que teve por objetivo analisar a relação que alunos jovens e adultos estabelecem com o conhecimento matemático. A compreensão da matemática como prática social insere-se na discussão de que este saber é concebido a partir das atividades sociais dos sujeitos, tendo, portanto, valores e significados diversos, de acordo com
a situação. Fundamentada nas contribuições da sociologia pragmática, a análise dos sujeitos de pesquisa em ação revela as incertezas e os conflitos presentes nas aulas de matemática e a capacidade dos alunos da EJA em confrontar, negociar, validar e significar saberes de maneira única. A metodologia de pesquisa adotada foi a pesquisa qualitativa, com utilização de observações,
questionários, entrevistas semiestruturadas e oficinas de resolução de problemas como instrumentos de coleta de dados. Os dados coletados revelaram realidades escolares ainda centradas num conceito de matemática procedimental, que não favorecem a interação entre alunos e entre
alunos e professores. Conclui-se que os alunos jovens e adultos se relacionam de maneira distinta com os saberes matemáticos, e apesar de não reconhecerem seus próprios saberes no contexto escolar trazem experiências matemáticas anteriores que muito podem contribuir para o processo de aprendizagem da matemática.

Publicado
2019-08-22