A CONSTITUIÇÃO DE UM PROFESSOR E O SEU DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL: O LUGAR DAS DISPOSIÇÕES

Wilson Elmer Nascimento, Elisabeth Barolli

Resumo


Neste trabalho apresentamos um estudo de caso que busca iluminar, mesmo que ainda parcialmente, fatores que podem influenciar a relação que um professor de Física estabelece com os conhecimentos que configuram sua profissão, e que na interação com os contextos formativos, podem contribuir com processos de desenvolvimento profissional docente. Para tanto, assumimos
a perspectiva disposicionalista e contextualista da ação de Bernard Lahire como base de inteligibilidade e principal fonte teórica, em combinação com os aspectos centrais dos estudos acerca do desenvolvimento profissional docente. Por meio de um conjunto de três entrevistas semiestruturadas, obtivemos os elementos necessários para reconstruir a trajetória desse professor e elaborar um Retrato Sociológico, uma narrativa que condensa dados empíricos, referencial teórico sociológico e análise numa perspectiva diacrônica e sincrônica. Na reconstrução da história do professor, pudemos inferir algumas disposições que se constituíram como catalisadoras de desenvolvimento
profissional, quais sejam: disposição ao conhecimento, disposição hipercorretiva e disposição à persuasão. Os resultados de nossa investigação apontam para a relevância em abordar o desenvolvimento profissional docente com base em aspectos que transcendem o campo da racionalidade, na medida em que as disposições podem atuar como recursos próprios dos sujeitos, tacitamente mobilizados, para atender a demandas contextuais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação
                         Faculdade de Educação
        Universidade Federal de Mato Grosso do Sul