CULTURA DIGITAL E A FORMAÇÃO DE PROFESSORES: o ensino de história no tempo presente

  • Patrícia Marcondes de Barros

Resumo

O presente artigo tem como objetivo geral a análise e a reflexão, sob uma perspectiva metodológica qualitativa, acerca da formação de professores/pesquisadores de História no contexto
da cultura digital e, em sua esteira, da chamada História Digital (Digital History) e Humanidades Digitais (Digital Humanities), entre outras possibilidades. Os contributos metodológicos e práticos que as diversas tecnologias podem oferecer aos profissionais de História, as competências técnicas necessárias ao usufruto das mesmas e o entendimento das novas subjetividades erigidas são de
suma importância para a análise das mudanças paradigmáticas que abarcam o ensino, a pesquisa e, portanto, a formação docente. Os processos comunicativos contemporâneos e suas interfaces com a Educação e a História, assim como as interações e convergências oferecidas pelas tecnologias na produção de linguagens e sentidos, serão mote do referido trabalho. Para tanto, em um primeiro momento, analisaremos a partir da perspectiva histórica, a cultura digital e suas interfaces com o ensino e a produção historiográfica. Posteriormente, apresentaremos suas reverberações na formação docente e a necessidade de ressignificação do papel do professor e pesquisador, imprescindíveis no estudo da história do tempo presente.

Publicado
2019-11-25