RECONHECENDO DIFERENÇAS: contribuições da Psicologia Escolar para a Educação Inclusiva

  • Raianne de Souza Rodrigues

Resumo

Este artigo retrata a experiência do projeto integral “Educação Inclusiva: reconhecer as diferenças para prevenir a discriminação e a violência na escola”, desenvolvido no IFAM Campus Parintins, que abordou a inclusão no contexto escolar a partir da perspectiva crítica da Psicologia Histórico-Cultural proposta por Vygotsky. Consistiu num projeto na área de Psicologia Escolar vinculado a Assistência Estudantil do Campus, realizado com alunos dos cursos de nível técnico integrado e subsequente, entre os meses de julho a novembro de 2015, cuja participação registrada foi de duzentos e noventa e dois alunos. Teve como objetivo promover formação sobre a educação inclusiva aos discentes do IFAM Campus Parintins no sentido de valorizar o reconhecimento das diferenças e prevenir ações discriminatórias e violentas a estudantes com deficiência. As atividades realizadas foram quatro palestras, duas sessões inclusivas (filme e documentário) e
elaboração e distribuição de uma cartilha informativa. Pôde-se constatar que o projeto contribuiu para a formação cidadã de adolescentes e jovens ao oportunizar a construção de saberes e a transformação da prática educativa. Desse modo, concluiu-se que agregar modos diferentes de pensar e agir no mundo e desenvolver um olhar amplo sobre a educação pode dirimir a discriminação e a violência no ambiente escolar.

Publicado
2019-12-09