CONDIÇÕES ESTRUTURAIS, EDUCAÇÃO E DINÂMICA DE COMUNICAÇÃO: UMA PERSPECTIVA TEÓRICO-INTERACCIONISTA SOBRE O SUJEITO NO CONTEXTO EDUCATIVO

  • Rita Radl Philipp

Resumo

 

Este artigo discute a dinâmica comunicativa que tendencialmente define o trabalho e a ação educativa colocando-se metodologicamente na linha de um discurso teórico. Começando com uma diferenciação básica entre o nível estrutural e o nível concreto de ações entre os sujeitos, se argumenta as bases teóricas de uma concepção teorico-interaccionista, especificamente, a posição epistemológica do interacionismo simbólico. Mesmo que o processo educativo são claramente marcados pelos elementos macro estruturais, intenções, objectivos e conteúdos específicos que se desejam a realizar dependem de sujeitos diretamente envolvidos nestes processos, professoras, professores, educandas e educandos. Este é especialmente um problema esquecido nos projetos de reformas da educação que exigem, do ponto de vista aqui defendido, um novo conceito que reconhece aos sujeitos presentes nas instituições da educação como elementos estruturantes da comunicação educacional.

Publicado
2014-12-09
Seção
Artigos