Presciliana Duarte de Almeida (1867 – 1944) na história da literatura infantil brasileira

  • Raíssa Nunes Pinto
  • Estela Bertoletti Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
Palavras-chave: História da literatura infantil. Presciliana Duarte de Almeida. Livros para crianças

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar a poetisa Presciliana Duarte de Almeida na história da literatura infantil brasileira, de modo a contribuir para a produção de uma história desse gênero, a partir da compreensão do que é literatura infantil em determinada época e lugar-social de modo a empreender a ideia de que a escolha e abordagem dos livros na escola devem ser especialmente contextualizadas, e não realizadas a partir de constatações prévias e anacrônicas, nem baseadas em valores ligeiros e apriorísticos da atualidade. Como metodologia, foi utilizada a pesquisa bibliográfica e documental, a partir de fontes primárias e secundárias sobre a vida, atuação e produção literária para crianças da escritora. A partir da análise, pode-se considerar que Presciliana Duarte de Almeida teve uma produção de literatura infantil que contribuiu para consolidar o caráter formador do gênero e foi figura de extrema importância para a sociedade brasileira, por isso merece estudos aprofundados nos dias de hoje, já que se trata de uma autora pouco pesquisada.

Biografia do Autor

Estela Bertoletti, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professora da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), atuando no curso de Pedagogia e Mestrado em Educação.

Referências

ALMEIDA, Júlia Lopes de. Dois dedos de prosa. In.: ALMEIDA, Presciliana Duarte de. O Livro das Aves: Crestomathia em Prosa e Verso. São Paulo. Escolas Prof. Salesianas. 1914. p. 11-16

ALMEIDA, Presciliana Duarte de. Revista A mensageira. Anno 1, n.1. São Paulo. 1987.Disponível em: <http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_periodicos/per352438_contente/per352438_item1/ P2.html>. Acesso em: maio 2017

ALMEIDA, Presciliana Duarte de. O Livro das Aves: Crestomathia em Prosa e Verso. São Paulo. Escolas Prof. Salesianas. 1914. 468 p. 11-16.

ALMEIDA, Prisciliana Duarte de. Páginas Infantis. São Paulo. Escolas Profissionais do Liceu Coração de Jesus. 1934. 160 p.

ARROYO, Leonardo. Literatura Infantil Brasileira. São Paulo: Melhoramentos, 1988.

p.

ARROYO, Leonardo. Literatura Infantil Brasileira. São Paulo: Ed. Unesp, 2011.

BELLOTTO, Heloísa Liberalli. Os instrumentos de pesquisa no processo historiográfico. In.: CD-ROM Comemorativo XIV Congresso Brasileiro de Arquivologia. [s.l.], Femade Tecnologia, 2008. CD-Rom.

COELHO, Nelly Novaes. Dicionário crítico da Literatura Infantil/Juvenil Brasileira 1882-1982. 2. ed. São Paulo: Quíron, 1984.

HANSEN, Patrícia Santos. Autores, editores, leitores. O que os livros cívicos para crianças da Primeira República dizem sobre eles? História. São Paulo, v. 30, n. 2, p. 51-80, ago./dez. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/his/v30n2/a04v30n2.pdf Acesso em: maio 2017

LAJOLO, Marisa; ZILBERMAN, Regina. Literatura infantil brasileira: história & histórias. 5. ed. São Paulo: Ática, 1991.

LIMA, Telma Cristiane Sasso de; MIOTO, Regina Célia Tamaso. Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Rev. katálysis. 2007, vol.10, p.37-45. Disponível: <http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802007000300004>. Acesso em: abr. 2018

LUCA, Leonora de. “A Mensageira”: Uma revista de mulheres escritoras na modernização Brasileira. 1999. Dissertação (Mestrado em Sociologia) – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Estadual de Campinas, Campinas – SP. Disponível em: <http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/280414>. Acesso em: 22 de fev. 2018.

MACHADO, Livia. 128 anos da abolição da escravidão no Brasil. Disponível em: <https://www.em.com.br/app/noticia/especiais/educacao/enem/2016/05/13/noticia-especial-enem,762306/128-anos-da-abolicao-da-escravidao-no-brasil.shtml>. Acesso em: 29/04/2018 às 22:23.

MORTATTI, Maria do Rosário Longo. Leitura crítica da literatura infantil. Itinerários, Araraquara, n. 17/18, p.179-187, 2001. Disponível em:

<https://periodicos.fclar.unesp.br/itinerarios/article/view/3458>. Acesso em: 24/09/2018

MORTATTI, Maria do Rosário Longo e OLIVEIRA, Fernando Rodrigues de. Quatro décadas de produção acadêmica brasileira sobre literatura infantil: avanços, contradições e desafios. Teias, v. 16, n. 41, p. 11-32, abr./jun. 2015. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/ojs/index.php/revistateias/article/view/24510/17490 Acesso em: maio 2017

SANTOS, Délio Freire dos. Recordando... Academia Paulista de Letras e seus fundadores. São Paulo: KMK Gráfica e Editora LTDA, 2000. 166 p.

SÁ-SILVA, J. R.; ALMEIDA, C. D.; GUINDANI, J. F. Pesquisa documental: pistas teóricas e metodológicas. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, n. 1, 2009. p. 1-15. Disponível em: <https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/view/6/pdf>. Acesso em: maio 2018.

Publicado
2019-03-21
Seção
Artigos