Deus, pátria e igreja: Maria Junqueira Schmidt e o tripé da educação familiar em um projeto intelectual em quatro livros

Joana Garcia Skrusinski

Resumo


Este artigo faz parte da pesquisa de mestrado, que buscou encontrar nas produções escrita da professora Maria Junqueira Schmidt (1901-1982), uma intelectual católica que participou ativamente do desenvolvimento educacional brasileiro na direção da educação das famílias a partir de suas coleções dirigidas ao público de pais e educadores. Nesta direção, buscamos entender que nenhuma produção escrita é neutra, nem tampouco sua interpretação, o que ao analisar as produções culturais dessa intelectual, encontramos suas representações ligadas aos aspectos políticos, sociais e materiais. Na Coleção Família, publicação da Editora Agir, encontramos a promoção das obras de autores católicos e a idealização de recristianização da nação pela via das ações católicas organizadas para um bom funcionamento da ordem social do país, contribuindo para difundir um modelo de família em consonância com os princípios católicos em plena década de 1960, tempo em que as estruturas foram enfaticamente questionadas. As composições narrativas que compuseram o projeto de educação para as famílias foram consideradas ao analisar os diferentes saberes produzidos e endereçados a esse público, tendo como base os estudos elaborados por Chartier. A análise narrativa dessa personagem nos direcionou a entender as disputas enfrentadas dentro do campo intelectual, entendendo o trânsito entre o pensamento moderno e as conquistas de independência, que encontraram na figura espiritualizada da mulher uma condução para uma sonhada organização familiar projetada nos livros dessa personagem que nos ajudou a reelaborar o projeto católico que se confirmava pela via da produção intelectual impressa.


Palavras-chave


Igreja Católica. Educação das famílias. Editora Agir. Impressos e Mulheres Intelectuais.

Texto completo:

PDF

Referências


CHARTIER, Roger. Cultura escrita, leitura e história: conversas com Roger Chartier com Carlos Aguirre Anaya, Jesús Anaya Rosique, Daniel Goldin e Santônio Saborit. Tradução Ernani Rosa. Porto Alegre: Artmed, 2001.

______. O que é um autor? Revisão de uma genealogia. Tradução Luzimara Curcino e Carlos Eduardo Bezerra. São Carlos: EDUFSCar, 2014.

FILHO, Luciano Mendes Faria (Orgs). Moderno, modernidade e modernização – séculos XIX e XX. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2012. p. 185-204.

DEL PRIORE, Mary. Histórias e conversas de mulheres. São Paulo: Planeta, 2013.

ORLANDO, Evelyn de Almeida. Quando o mundo cabe na bagagem: as experiências de formação e distinção de Maria Junqueira Schmidt no cenário educacional brasileiro. In: SILVA, Alexandra Lima; ORLANDO, Evelyn de Almeida; DANTAS, Maria José (org). Mulheres em trânsito: intercâmbios, formação docente, circulação de saberes e prática pedagógica. Curitiba: CRV, 2015. p. 209-240.

______. “A Bandeira e a Cruz”: caminhos da trajetória intelectual da educadora Maria Junqueira Schmidt. Educar em Revista, Curitiba, v. 33, n. 65, jul./set., 2017b, p. 103-118. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2017.

______. Maria Junqueira Schmidt e os caminhos de uma trajetória intelectual pela palavra impressa. In: ORLANDO, Evelyn de Almeida (Org.). História da Educação Católica no Brasil e em Portugal. Curitiba: Appris, 2017c. p. 119- 140.

______; DANTAS, Maria José. Impressos, catolicismo e educação: uma estratégia de conformação do campo pedagógico. Revista História da Educação, Curitiba, v. 21, n. 51, jan./abr., 2017, p. 1-12. Disponível em: . Acesso em: 20 mai. 2017.

OSINSKI, Dulce Regina Baggio. A modernidade no sótão: educação e arte em Guido Viário. Curitiba: Editora UFPR, 2008. p. 83-163.

SCHMIDT, Maria Junqueira. Educar pela recreação. Coleção Família. Rio de Janeiro; Editora Agir, 1958.

______. Educar para a responsabilidade. Coleção Família. Rio de Janeiro: Editora Agir,1963.

______. Educar para a responsabilidade. Coleção Família. Rio de Janeiro: Editora Agir, 1974.

______. Deus em casa. Coleção Família. Editora Agir. Rio de Janeiro: Editora Agir, 1967.

______. A família por dentro. Coleção Família. Rio de Janeiro: Editora Agir, 1967.

SIRINELLI, Jean-François. Os Intelectuais. In: RÉMOND, Rene. Por uma história política. Tradução de Dora Rocha. Rio de Janeiro: FGV, 2003. p. 231-270


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 ISSN: 2358-1840

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported .