História de vida e sua representatividade no campo da educação musical: um estudo com dois Educadores Musicais do Distrito Federal

  • Delmary Vasconcelos de Abreu Universidade de Brasília – UnB

Resumo

O presente trabalho apresenta os primeiros resultados da pesquisa, de caráter longitudinal, “A Construção da Educação Musical no Distrito Federal e História de Vida de Educadores Musicais Brasileiros”. A pesquisa se ocupa com a música nas escolas de educação básica (Vertente I) e a com construção de Histórias de Vida de destacados educadores musicais do Distrito Federal e do Brasil (Vertente II). Para este trabalho, o foco consiste em apresentar os primeiros resultados de pesquisa relacionados à Vertente II, que objetiva compreender como o campo da Educação Musical vem se configurando, na perspectiva de educadores musicais com destaque no cenário estadual. Um dos desdobramentos desse objetivo consiste em dar visibilidade às histórias de vida profissional de destacados nomes de educadores que fizeram/fazem a história da área e sua importância na História da Educação Musical, em especial do Distrito Federal. Caso do maestro Levino Ferreira de Alcântara e do professor de violão popular Paulo André Tavares, ambos da Escola de Música de Brasília. Procuramos afinar o aporte teórico-metodológico da Pesquisa (Auto) Biográfica, que emprega fontes como as narrativas (auto)biográficas na tentativa de trazer avanços do conhecimento para o objeto de estudo da Educação Musical no qual as histórias de vida têm grande representatividade. A partir desses primeiros resultados, acreditamos que as histórias de vidas implicadas com o campo da Educação Musical evidenciam princípios músico-educacionais que contribuem na construção do conceito de musicobiografização.
Publicado
2017-10-16