AS REPRESENTAÇÕES DOS BOLSISTAS DO PIBID SOBRE AS APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA

Laíse Ataides Ribeiro, Rosenilde Nogueira Paniago

Resumo


A presente pesquisa tem como objetivo analisar as implicações formativas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) para a aprendizagem da docência por meio das narrativas de bolsistas de iniciação à docência do subprojeto de Biologia e Química do IF Goiano, Campus Rio Verde - GO.  A investigação de natureza qualitativa caracterizou-se pelo uso das narrativas como estratégia de investigação, sendo conduzida pelas seguintes questões norteadoras: Quais as contribuições do PIBID para a aprendizagem da docência? Quais aprendizagens estão sendo construídas no PIBID? Quais as motivações dos bolsistas para a inserção no PIBID?  De modo geral, os bolsistas apontam que o PIBID tem papel relevante em sua formação, interligando a teoria e a prática na formação docente e possibilitando a vivência de várias aprendizagens da docência no contexto da escola por meio de leituras, contato com alunos e sala de aula da Educação Básica. Foi destacado o papel do professor supervisor no contexto das práticas de aprendizagens, fato que direcionará uma futura pesquisa para estudos mais aprofundados sobre esta questão.


Palavras-chave


PIBID, Formação de professores, Identidade docente.

Texto completo:

PDF PDF

Referências


ALARCÃO, Isabel. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

ALARCÃO, I., & TAVARES, J. Supervisão da prática pedagógica. Uma perspectiva de desenvolvimento e aprendizagem (2.ª ed.). Coimbra: Almedina, 2003.

ANDRÉ, Marli . Etnografia da prática escolar. Campinas, SP: Papirus, 2004.

ANDRÉ, M. et al. O trabalho docente do professor formador no contexto atual das reformas e das mudanças no mundo contemporâneo. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 91, n. 227, p. 122-143, jan./abr. 2010.

ARROYO, M. G. Condição docente, trabalho e formação. Em J. V. A. Souza, (Ed.) Formação de professores para a educação básica: dez anos da LDB. Belo: Autêntica, 2007.

BOTH, J. et al. Percepção da qualidade de vida no trabalho e perfil do estilo de vida dos docentes de educação física do estado de Santa Catarina. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 19, n. 3, p. 377-389, 3. trim. 2008.

CAPES, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, Disponível em: <://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid.>Acesso em: 21 de fevereiro de 2013.

CONNELLY, F. M. CLANDININ, J.; Teachers as curriculum planners: narratives of experience. New York: Teachers College Press, 1995.

CUNHA, M.I. Conta-me agora! As narrativas como alternativas pedagógicas na pesquisa e no ensino. Revista da Faculdade de Educação, v.23 n.1-2 São Paulo Jan/dez. 1997.

FORMOSINHO, João ( cord.). Formação de professores: aprendizagem profissional e ação docente. Porto Editora, Portugal, 2009.

GATTI, B.A. e NUNES, M. (org.) Formação de professores para o ensino fundamental: estudo de currículo das licenciaturas em pedagogia, língua portuguesa, matemática e ciências biológicas. São Paulo: FCC, 2009. DI, C.M.G.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Vozes, 1994.

MONLEVADE, João. Pequenas geografia, história e economia da profissão docente no Brasil. In MENEZES, L C (org.) Professores: Formação e Profissão. SP, Autores Associados, 1996.

PIMENTA, Selma Garrido; Formação de professores - Saberes da docência e identidade do professor. Nuances, Vol. III. 1997.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência: diferentes concepções. Revista Poíesis -Volume 3, Números 3 e 4, pp.5-24, 2005. Disponível em: Acesso em 20 de dezembro de 2013.

PIMENTA, Selma G.; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e Docência. São Paulo: Cortez, 2004.

SARMENTO, Teresa. Narrativas de professoras-estagiárias sobre os contributos da formação em análise organizacional para a construção de uma identidade profissional. In:, livro: Políticas de formação inicial e continuada de professores, Junqueira & Marin Editores, Araraquara/SP,2012. E-books do XVI ENDIPE, p.7013-7023. Disponível em: < http://www2.unimep.br/endipe/3844d.pdf>. Acesso em 20 de dezembro de 2013.

FREITAS, Helena Costa Lopes de. A (nova) política de formação de professores: a prioridade postergada. Educação & Sociedade, v. 28, n. 100, p. 1203-1230, 2007.

RUIZ, Antônio Ibañez; RAMOS, Mozart Neves; HINGEL, Murílio. Escassez de professores no Ensino Médio: propostas estruturais e emergenciais. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 ISSN: 2358-1840

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported .