A ideologia do "aprender a aprender" e o aligeiramento na formação de professores da Educação Básica

Christiane Caetano Martins Fernandes

Resumo


 


Este artigo tem como objetivo discutir a ideologia presente na expressão aprender a aprender na formação de professores da Educação Básica, em nível superior. Tal expressão se propagou no meio educacional, sendo enfatizada na década de 1990 e prevalecendo na primeira década do século XXI. Para esta análise, trabalhou-se com pesquisa bibliográfica e documental. Recorremos ao aporte teórico de Saviani (1994, 2007, 2009, 2010, 2011), Duarte (2001, 2008, 2010), entre outros autores que descortinam o significado do aprender a aprender, possibilitando assim, compreender o motivo pelo qual a formação de professores se apresenta de forma cada vez mais aligeirada. Concluímos que a ideologia presente no aprender a aprender, traz consequências tanto para o professor como profissional, para a sua prática cotidiana em sala de aula, quanto para a aprendizagem do aluno durante seu processo de escolarização. 



Palavras-chave


Formação de professores. Aprender a aprender. Mercado de trabalho

Texto completo:

PDF

Referências


SANTOS, C. F. dos. O “aprender a aprender” na formação dos professores do campo. Campinas, SP: Autores Associados, 2013.

SAVIANI, D. O pensamento pedagógico brasileiro: da Aspiração à ciência à ciência sob suspeição .Educ. e Filos., Uberlândia, v. 21, n. 42, p. 13-35, jul./dez. 2007. Disponível em: . Acesso em 10 de set. de 2015.

______. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2010.

______. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados,


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 ISSN: 2358-1840

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported .