Educação Matemática Inclusiva e formação de professores: algumas manutenções e alterações nos últimos anos.

  • Ivete Maria Baraldi
  • Erica Aparecida Capasio Rosa

Resumo

Nesse artigo, temos como objetivo esboçar um panorama histórico sobre a formação do professor de matemática que atua na educação de alunos com deficiência, especificamente, da Educação Especial em Campinas – SP. Ainda, buscamos mostrar como, em termos de políticas públicas, a Secretaria Municipal de Educação de Campinas se adequou aos paradigmas de uma educação com perspectiva inclusiva, focando a formação de professores (de Matemática). Com isso, percebemos que mudanças e manutenções, ao longo do tempo, aconteceram no que diz respeito à inclusão de alunos com deficiência nas escolas regulares e a formação inicial e continuada dos docentes. Com esse trabalho, entendemos que estamos contribuindo, mesmo que de modo incipiente e local, para um esboço de uma história da educação matemática (inclusiva).

Referências

BRASIL. Casa Civil. Constituição Federal de 5 de outubro de 1988. Brasília, 1988.

BRASIL. Lei nº 7.853 de 24 de outubro de 1989. Dispõe sobre a Política Nacional par a Integração da Pessoa Portadora de Deficiência, consolida as normas de proteção e dá o utras providências. Brasília, 1989.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. [Online] Brasília, DF: MEC/SEF, 1996.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução n° 2/2001 de 11 de setembro de 2001. Brasília, DF: CNE/CEB, 2001.

BRASIL. Secretaria de Educação Especial. Saberes e práticas da inclusão: dificuldade de comunicação e sinalização: deficiência visual. 2. ed. rev. – Brasília: MEC, 2003.

BRASIL. Secretaria de Educação Especial. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Brasília: MEC, 2008

CAMPINAS. Lei Orgânica do Município. 1990. Publicada no Diário Oficial em 31/03/1990. Disponível em: < www.campinas.sp.gov.br/bibjuri/lom.htm> Acesso em: 17 jun. 14

CAMPINAS. Lei nº 12.987 de 28 de Junho de 2007. Dispõe sobre o plano de cargos, carreiras e vencimentos do magistério público municipal de campinas e dá outras providências. Disponível em Acesso em: 17 jun. 14.

CAMPINAS, Diretrizes Curriculares da Educação Básica para o Ensino Fundamental – Anos Finais: Um processo Contínuo de Reflexão e Ação. Prefeitura Municipal de Campinas, Secretaria Municipal de Educação, Departamento Pedagógico / organização e coordenação: Heliton Leite de Godoy. – Campinas, SP, 2010. Disponível em: < http://educacaoconectada.campinas.sp.gov.br/mod/resource/view. php?id=199 > Acesso em: 16 abr. 14.

CAMPINAS. Lei nº 14.252 de 02 de maio de 2012. Dispõe sobre a matrícula de deficientes físicos e mentais nas creches e escolas da rede pública municipal de ensino. Disponível em < www.campinas.sp.gov.br/bibjuri/lei14252.htm > Acesso em: 17 jun. 14.

FERREIRA, Elisa Caputo; GUIMARÃES, Marly. Educação Inclusiva. Rio de Janeiro, DP&A, 2003.

ONU. Convenção sobre os Direitos as Pessoas com Deficiência. 2006. Disponível em: . Acesso em: 19 out. 12.

RODRIGUES, Olga Maria Piazentin Rolim. Educação Especial: história, etilogia, conceitos e legislação vigente In: CAPELLINI, Vera Lúcia Messias Fialho. (org.) Práticas em educação especial e inclusiva na área da deficiência mental. Bauru: MEC/FC/SEE, 2008

ROSA, Erica Aparecida Capasio; BARALDI, Ivete Maria. Alunos com deficiências e professores que ensinam matemática: considerações sobre a inclusão em escolas municipais de Campinas-sp. In II Congresso Nacional de Formação de Professores e XII Congresso Estadual Paulista sobre a Formação de Educadores, 2014, Águas de

Lindóia/SP. Anais... Águas de Lindóia/SP, 2014. Disponível em: Acesso em: 02 jun. 14.

ROSA, Fernanda Malinosky Coelho da. Professores de Matemática e a Educação Inclusiva: análises de memoriais de formação. 2013. 182f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). Universidade Estadual Paulista, Rio Claro (SP), 2013.

UNESCO. Declaração Mundial de Educação para Todos. Jomtien, Tailândia. 1990.

Publicado
2022-01-06
Como Citar
Baraldi, I. M., & Rosa, E. A. C. (2022). Educação Matemática Inclusiva e formação de professores: algumas manutenções e alterações nos últimos anos. Anais Do ENAPHEM - Encontro Nacional De Pesquisa Em História Da Educação Matemática - ISSN 2596-3228, (2), 146-155. Recuperado de https://periodicos.ufms.br/index.php/ENAPHEM/article/view/15116
Seção
Mesas redondas - submetidas

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>