Corpo, mídia e embelezamento: identidades de gênero na infância

Dinah Quesada Beck, Bianca Salazar Guizzo

Resumo


Neste artigo temos o interesse de discutir a visibilidade e a centralidade que o corpo, compreendido como constructo da moda e do embelezamento tem assumido em nossa sociedade e cultura. Atualmente não são poucas as estratégias de investimento nesse corpo. A proliferação de variadas propostas advindas de regimes disciplinares associados à saúde e à felicidade buscam, a todo instante, resgatar e melhorar a aparência dos corpos como uma política de produção e subjetivação. Problematizar tais aspectos como uma estratégia de consumo que visa produzir identidades de gênero a mulheres e meninas, caracteriza um dos propósitos que mobiliza a escritura deste artigo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 ISSN: 2358-1840

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 3.0 Unported .