História da Educação Infantil no Brasil: as brincadeiras e os jogos

  • Edvonete Souza de Alencar Faculdade de Educação - Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD
  • Mariane dos Santos de Oliveira Graduada em Pedagogia pela UFGD
Palavras-chave: Educação Infantil, História da Educação, Brincadeiras e Jogos

Resumo

>Este trabalho trata-se de um ensaio teórico que tem como objetivo identificar como foi o período histórico do atendimento educacional realizado as crianças de 0 a 6 anos no Brasil, mostrando as diversas mudanças ocorridas no campo educacional, em especial observamos quando as brincadeiras e jogos apareceram e como eram utilizadas pelas instituições de Educação Infantil. Apresentamos os aspectos de uma Educação Infantil assistencialista e como ocorreram suas políticas públicas. Ao observamos os jogos e as brincadeiras, identificamos a sua diversidade que influenciou outros países, assim como por civilizações nativas indígenas. Notamos por tanto que a as brincadeiras e jogos incentivam o desenvolvimento de um conhecimento cultural. 

Biografia do Autor

Edvonete Souza de Alencar, Faculdade de Educação - Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD

Doutora em Educação Matemática pela PUC- SP

Mestre em Educação Matemática pela UNIBAN - SP

Professora Assistente  na Faculdade de Educação - UFGD -MS

Referências

BRANT, F. e NASCIMENTO, M. Bola de meia, Bola de gude. Composição e arranjo de música. 1980.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogos infantis: o jogo, a criança e a educação. 12. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

KUHLMANN JUNIOR, Moysés. Infância e educação infantil: uma abordagem histórica. 4. ed. Porto Alegre, RS : Mediação, 2007.

MONARCHA, M. Educação da Infância Brasileira 1875-1983 Campinas – SP. Editora Autores associados, 2001.

VASCONCELLOS, Vera Maria Ramos de. Educação na infância: historia e política. Rio de Janeiro: Ed. DP&A, 2005.

Publicado
2017-07-16
Seção
Artigos