A Pessoa com Deficiência e o Acesso à Educação: uma Política para Equidade

  • Rita De Cássia Leite Azevedo Regis Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL
  • Daniela Do Carmo Kabengele Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL
Palavras-chave: Educação, Equidade, Diferença, Pessoa com deficiência, Política Pública.

Resumo

A observância da equidade na formulação de política pública voltada para o acesso à educação da pessoa com deficiência é fundamental para a autonomia e inclusão social. O reconhecimento da deficiência como diferença, em lente positiva e, consequentemente, da pessoa com deficiência como cidadã, enseja a proteção dos seus direitos na ordem nacional e internacional. No entanto, os mecanismos legais não têm sido suficientes para afastá-la da realidade de exclusão vivenciada. Portanto, é necessário pensar as políticas públicas de atenção à pessoa com deficiência, em especial, de educação, para que se persiga não apenas a inclusão da pessoa com deficiência, mas a transformação da sociedade e, sobretudo, a realização da justiça social. Trata-se de um estudo pautado na abordagem qualitativa de cunho bibliográfico.

Biografia do Autor

Rita De Cássia Leite Azevedo Regis, Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL

Rita de Cássia Leite Azevedo Regis possui graduação em DIREITO pelo Centro de Estudos Superiores de Maceió (2001-2005) e Especialização em Direito Processual (2011-2013) pela Faculdade Integrada Tiradentes (FITS). Mestranda Interdisciplinar em Sociedade, Tecnologias e Políticas Públicas do Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL (2017-2019). É Coordenadora Adjunta do Curso de Direito do Centro Universitário Tiradentes - UNIT (2016-atualmente). É Supervisora do Núcleo de Prática Jurídica do Centro Universitário Tiradentes - NPJ UNIT (2011- atualmente). Professora do Curso de Direito do Centro Universitário Tiradentes (2014 - atualmente). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Civil (Família), Direito do Consumidor e Direito Processual Civil. Conciliadora e Mediadora formada pela Escola Superior da Magistratura do Estado de Alagoas, nos moldes da Resolução nº 125/2010 do Conselho Nacional de Justiça - CNJ. Instrutora de Mediação Judicial, em formação, pelo Conselho Nacional de Justiça - CNJ. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8583411707907266

Daniela Do Carmo Kabengele, Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL

Doutora em Antropologia-UNICAMP; Coordenadora de Pesquisa, Pós-Graduação e Extensão do Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL; Professor Titular II - Centro Universitário Tiradentes - UNIT/AL. Lattes: http://lattes.cnpq.br/9179810811211982

Publicado
2018-08-18